befreela logo 2

Workana é bom? Entenda vantagens e desvantagens da plataforma!

workana e bom imagem 2

Uma dúvida que persegue muitos freelancer iniciantes é se Workana é bom. Uma das principais formas de prospectar clientes acontece por meio de sites de freelancer, que conectam os clientes aos profissionais autônomos, portanto, entender as vantagens e desvantagens deste canal é muito importante.

Entre tantas opções disponíveis no mercado, a Workana é uma das mais conhecidas. Neste artigo, você poderá entender como funciona o site e se é adequado para as suas necessidades. Confira!

O que é a Workana?

A Workana é uma plataforma que conecta freelancers aos clientes que têm algum tipo de demanda e precisam de um profissional para executá-la. É um canal interessante para quem está começando a atuar como autônomo e ainda não tem muitos contatos na área.

Como funciona a Workana?

A plataforma funciona de uma maneira bem simples. O cliente que está em busca de um freelancer cadastra as especificações do seu projeto e os freelas podem se candidatar enviando propostas de trabalho.

Para começar a usar a Workana, basta criar uma conta, preencher os dados do perfil com as suas habilidades, experiências e portfólio. É possível utilizar o plano gratuito ou escolher uma das opções pagas, que oferecem mais benefícios. Feito isto, o próximo passo é filtrar a busca por projetos e analisar quais fazem sentido para você e enviar as propostas.

Workana é confiável?

Sim, a Workana é muito confiável e uma ótima opção para freelancers iniciantes que desejam prospectar novos clientes. Mesmo com as desvantagens (sobre as quais falaremos mais para frente), é um canal interessante e seguro para iniciar a trajetória como autônomo.

Que tipos de trabalho posso encontrar por lá?

Há várias categorias de projetos na Workana, sendo as principais:

      • TI e programação: há diversas possibilidades de trabalhos voltados para o desenvolvimento de aplicativos, sites etc; 
      • Design e multimídia: designers com diferentes enfoques também encontram demandas voltadas para sites, UX e lojas virtuais;
      • Tradução e conteúdos: um mercado com diversas possibilidades para redatores publicitários, SEO, ghostwriting, tradução, entre outros;
      • Marketing e vendas: uma área muito abrangente com várias opções de áreas de atuação, como community management, e-mail marketing, data analytics etc;
      • Suporte administrativo: opções para trabalhar como assistente virtual, atendimento ao cliente, pesquisa de mercado, televendas e data entry;
      • Jurídico: é possível encontrar demandas voltadas para a revisão de contratos, consultoria jurídica e outros materiais que exigem um conhecimento mais técnico; 
      • Finanças e administração: também é uma área repleta de oportunidades em gerenciamento de projetos, CRM, recrutamento e seleção, planejamento estratégico e contabilidade;
      • Engenharia e manufatura: você pode encontrar projetos de design industrial, desenhos em CAD, modelador em 3D, designer de interiores, entre outros.

Além disso, no momento de procurar projetos também é possível filtrar por habilidades, data de publicação, modalidade de trabalho, idiomas, propostas recebidas etc.

Como começar na Workana?

Para começar a utilizar a Workana, é importante entender qual é o passo a passo para usufruir da plataforma. Entenda:

      1. Crie o seu perfil freelancer: descreva suas habilidades, experiências e publique um portfólio;
      2. Busque por projetos: defina alguns filtros, analise quais demandas fazem sentido para você e envie propostas personalizadas;
      3. Gerencie seus horários: coordene as datas de entrega e a sua forma de trabalhar, além de utilizar o serviço de bate-papo, mensagens e videoconferências para manter uma ótima comunicação com seus clientes;
      4. Receba seu pagamento: o cliente sempre irá depositar o dinheiro na Workana e quando você terminar o projeto o valor será liberado na sua conta.

Como conseguir mais projetos na plataforma?

Existem algumas formas de conseguir mais projetos na Workana, entre elas:

      • Preencher o perfil: manter todos os campos preenchidos, ressaltando experiências profissionais, habilidades, clientes atendidos e portfólio;
      • Subir de nível: os freelancers são classificados em diferentes níveis (Iron, Bronze, Silver, Gold, Platinum, Hero) e conforme você vai subindo tem acessos a mais benefícios que podem impactar positivamente a prospecção; 
      • Feedbacks: é preciso conduzir com profissionalismo os projetos com os seus clientes para receber avaliações positivas que são importantes para a sua credibilidade;
      • Planos pagos: além da versão gratuita, a Workana também oferece planos pagos com diversos benefícios com o objetivo de ajudar na prospecção de clientes.

Vale a pena pagar pelos planos de benefícios?

A Workana oferece o plano FREE, que não tem custo algum, mas é um pouco mais limitado. A quantidade de conexões semanais disponíveis corresponde às oferecidas no sistema de conquistas da Workana. Além disso, só é possível selecionar uma categoria para mostrar em seu perfil e os testes de certificação só podem ser feitos uma vez.

Os planos de benefícios pagos valem a pena para quem pretende usar bastante a plataforma e crescer por lá. Confira mais detalhes de cada um:

      • Plano Plus: diferentemente do plano FREE, você pode obter mais 5 conexões extras semanais. Além disso, permite realizar saques duas vezes por mês (no início e no meio do mês). Este plano tem um custo mensal de USD 4,99;
      • Plano Professional: neste você pode obter 15 conexões extras semanais e saques semanais. Você também tem acesso ilimitado às certificações. O plano tem um custo mensal de USD 16,90;
      • Plano Premium: as suas conexões semanais ganham 50 conexões extras obtidas em no sistema de conquistas e saques semanais. Para ficar melhor ainda, você tem acesso direto à equipe de suporte e aos executivos de contas da Workana por meio do chat. Outro ponto de destaque é a possibilidade de receber via e-mail, a cada 2 horas, os últimos projetos publicados na plataforma, além de poder acessar de maneira ilimitada as certificações. Este plano tem um custo mensal de USD 24,99.

Para compreender melhor as diferenças entre cada um, confira a tabela comparativa:

Como criar uma boa proposta de trabalho freelancer?

A proposta freelancer deve ser muito bem elaborada porque é nesse momento que você irá atrair a atenção do potencial cliente. Confira algumas dicas para mandar muito bem nessa etapa (e não deixe de ler nosso post sobre o assunto com um ótimo exemplo de proposta freelancer):

      • crie propostas personalizadas de acordo com o contexto do cliente, ou seja, evite copiar e colar o mesmo texto para todos os projetos;
      • evite parágrafos muito longos, procure pular linhas e garantir respiros que facilitam a leitura das informações;
      • comece se apresentando e reforçando algumas informações básicas sobre a sua experiência e área de atuação;      
      • destaque projetos, clientes e reconhecimentos que reforçam a sua expertise e proporcionam credibilidade;
      • reforce diferenciais importantes para o projeto em questão com o objetivo de convencer o cliente e mostrar que você é o profissional certo para a demanda;
      • explique detalhes sobre o seu orçamento e o que está incluso no valor;
      • seja educado e se coloque à disposição para conversar sobre a proposta.

Como é feito o pagamento?

Toda vez que um cliente escolhe um freelancer para um projeto, o valor alinhado é pago e retido pela Workana. O mesmo só será liberado após a entrega e aprovação do projeto.

Para receber os valores pagos, o freelancer deve escolher o método de pagamento, entre eles Mercado Pago, PayPal e Payoneer. Além disso, na Workana os pagamentos são enviados em determinadas datas, por isso é necessário verificar a escolha das datas mais adequadas com antecedência. Dependendo do seu plano será possível realizar saques semanais.

Ah, e já que estamos falando em ganhos, não deixe de conferir nosso post sobre quanto ganha um freelancer. Lá reunimos a média salarial para várias profissões para te ajudar a entender o quanto cobrar como freelancer.

Vantagens e desvantagens da Workana

Bom, para finalizar a análise sobre a Workana, vamos listar algumas vantagens e desvantagens da plataforma que são importantes ter em mente:

Vantagens

      • cada proposta conta com um direcionamento de orçamento que pode guiar a proposta do freelancer (mas não é necessário seguir tais valores);
      • a plataforma oferece suporte para o crescimento e desenvolvimento profissional, com a possibilidade de retirar certificados;
      • várias formas de pagamento disponíveis (transferência bancária, Mercado pago, PayPal etc);
      • caso o resultado seja positivo, você pode continuar o trabalho com clientes fora da plataforma.

Desvantagens

      • o valor dos planos pagos é em dólar;
      • o valor da comissão é calculado sobre o preço da proposta (de 5% a 20%) e o cliente paga uma taxa fixa e o freelancer uma comissão escalonada de acordo com a relação de ambos; 
      • dificuldades para crescer dentro da plataforma, pois há vários níveis diferentes que só são atingidos de acordo com algumas especificações;
      • o plano gratuito é bem limitado.

Vale a pena trabalhar com a Workana?

Não há uma resposta certa, pois tudo depende do seu nível de experiência como freelancer e objetivos. Uma das principais críticas aos sites para freelancers são os leilões de preços, pois muitos profissionais acabam oferecendo seus trabalhos a preços abaixo da média (o famoso “pagar para trabalhar”).

É importante saber filtrar projetos e clientes e se manter firme em relação ao seu valor. Se utilizada da maneira correta, a Workana pode ser um ótimo canal de prospecção de clientes, assim como outras plataformas do tipo.

Inclusive, te contamos sobre o 99freelas e se ele é bom mesmo neste artigo e fizemos um comparativo para quem está em dúvida entre começar na Workana ou 99freelas, dá uma olhada!

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!