befreela logo 2

Marketing pessoal: exemplos para incluir na sua estratégia

marketing pessoal exemplos imagem 1

Conhecer exemplos de marketing pessoal é fundamental para ter referências e entender como é possível criar uma estratégia consistente e realmente capaz de trazer resultados.

Caso você ainda não saiba, marketing pessoal se trata de um conjunto de técnicas e estratégias que visam valorizar a sua marca pessoal para que você seja reconhecido como uma autoridade na sua área de atuação. É sobre fortalecer uma imagem positiva diante do seu público.

Interessante, não é mesmo? E é importante para qualquer tipo de profissional. Para você que está começando agora nesse universo, preparamos um artigo repleto de exemplos de estratégias que podem ser utilizadas para fazer marketing pessoal. Leia até o final para conferir tudo!

1. Tenha seu próprio blog

O blog é um excelente canal para produzir conteúdos mais longos e detalhados sobre temas variados alinhados à sua marca pessoal. Os artigos são ideais para fortalecer a sua autoridade, porque se trata de um formato que permite um aprofundamento maior nos assuntos e, consequentemente, oferece a possibilidade de demonstrar a sua expertise e experiência.

Além disso, o blog é um canal próprio onde é possível subir vídeos, áudios e imagens. Você tem total controle sobre o seu site e pode centralizar diversas informações sobre si mesmo. Isso é muito interessante para não ficar refém das redes sociais.

2. Participe de eventos na sua área de atuação

O networking offline nunca deixará de ser uma ótima oportunidade para fazer marketing pessoal. Estar antenado em relação aos eventos da sua área de atuação e separar tempo e investimento para marcar presença pode ser uma ótima maneira de fazer contatos e disseminar a sua imagem para outros profissionais do mercado.

Futuramente, podem surgir oportunidades de trabalho e projetos que são fruto das conexões realizadas nesses eventos.

3. Participe de podcasts

Os conteúdos em áudio estão cada vez mais em alta. Criar o seu próprio podcast é uma maneira interessante de promover o seu trabalho e disseminar uma imagem positiva sobre si mesmo. Caso não tenha tempo ou interesse em ter o seu podcast, uma estratégia é participar como convidado.

Trata-se de um formato de conteúdo muito dinâmico e prático de consumir, no qual é possível compartilhar histórias, cases e dar dicas.

4. Crie um canal no YouTube

O consumo de vídeos também nunca esteve tão alto e ter um canal próprio no Youtube é uma alternativa para quem busca criar uma conexão mais próxima e emocional com o público.

É claro que gravar e editar vídeos dá um pouco mais de trabalho, mas os resultados podem ser excelentes. Afinal, quantos youtubers você já não explodiram e conseguiram disseminar suas imagens pelo país todo?

5. Publique no LinkedIn

O LinkedIn é um dos melhores canais para se fazer marketing pessoal. Por se tratar de uma rede social profissional, o foco principal é justamente disseminar informações sobre carreira e promover o fortalecimento da sua marca.

Para crescer por lá e colher todos os frutos, considere 3 pontos:

      • perfil campeão: deve estar muito bem preenchido de acordo com a imagem que você deseja fortalecer;
      • produção de conteúdo: uma estratégia consistente e coerente, de acordo com os seus objetivos;
      • networking: interação inteligente nos seus próprios conteúdos e de outros usuários.

6. Use outras redes sociais

Uma boa estratégia de marketing pessoal deve considerar mais de um canal. Além dos já citados até então, LinkedIn, Youtube e podcasts, você também pode considerar o Instagram, Pinterest, TikTok, Twitter, Facebook etc.

Lembrando que cada rede social terá um papel e não é preciso incluir todos logo no início. Faça um filtro e foque naqueles que fazem sentido para os seus objetivos e público. Além disso, considere quais são os principais formatos da rede, pois você deve se sentir confortável para criar os conteúdos.

7. Escreva um e-book

E-books são conteúdos mais densos e longos, que podem ser disponibilizados de forma gratuita ou paga. É uma estratégia interessante para fortalecer o seu conhecimento sobre determinado tema, entregando um conteúdo profundo para o público.

Além disso, esse tipo de estratégia oferece a possibilidade de captar dados das pessoas que podem ser utilizados posteriormente.

8. Promova um evento gratuito

A onda dos eventos online gratuitos ganhou muitos fãs ao longo dos anos. Caso faça sentido para a sua estratégia de marketing pessoal, essa é uma maneira interessante de se aproximar do público e, ao mesmo tempo, oferecer um conteúdo gratuito que irá te ajudar a disseminar a sua imagem e o seu conhecimento sobre a sua área de atuação.

9. Crie uma newsletter

O e-mail marketing também é um excelente canal para fazer marketing pessoal. A dica é criar uma newsletter com um objetivo definido e uma frequência estabelecida. Trata-se de um canal próprio, sobre o qual você tem controle, e que promove uma comunicação mais próxima com as pessoas.

Um exemplo: a sua news pode ter como objetivo fazer um compilado de tudo o que rolou nos seus canais nos últimos 15 dias. Dessa forma, quem não conseguiu acompanhar as novidades em tempo real pode ficar sabendo de tudo nos e-mails.

Sobre o que falar: exemplos de conteúdo para marketing digital

Agora que você já conheceu exemplos de marketing pessoal, é importante ressaltar que a sua estratégia irá por água abaixo se você não for muito certeiro nas temáticas abordadas em seus conteúdos.

Por isso, antes de qualquer coisa, é recomendado passar por um processo de definições de marca pessoal para garantir que toda a comunicação esteja alinhada e coerente. Para destravar as ideias, confira alguns exemplos do que pode ser abordado nos seus conteúdos:

Suas próprias conquistas

Compartilhar conquistas e momentos de celebração é ótimo para fortalecer a sua autoridade. E não se engane, pois não precisam ser apenas conquistas grandiosas. Alguns exemplos:

      • feedback positivo de um cliente;
      • feedback/avaliação positiva no emprego;
      • prêmio/reconhecimento na sua área;
      • participação em algum evento;     
      • metas atingidas.

Os desafios do mercado e da profissão

Para reforçar que você é um profissional atualizado e acompanha as tendências do seu setor, é interessante compartilhar desafios do mercado e da sua área de atuação. Isso pode ser feito por meio de notícias de portais ou com o compartilhamento de experiências próprias.

Resultados dos seus trabalhos

Contar sobre os resultados do seu trabalho também é uma ótima forma de demonstrar a sua expertise e conhecimento. Você pode compartilhar cases de clientes ou expor o “antes e depois”, reforçando o crescimento que o seu trabalho proporcionou.

Informação relevante para educar seu público

Por fim, criar conteúdos educativos, com o objetivo de ensinar as pessoas sobre assuntos que você domina também é um ótimo caminho para fazer marketing pessoal. Esse tipo de informação, com dicas e orientações, pode vir em formatos variados, como vídeos, artigos, posts no feed etc.

Ufa! Muita coisa, né? Com todas essas orientações, o próximo passo é colocar a mão na massa e começar a fazer seu marketing pessoal.

FAQ – Perguntas Frequentes

O marketing pessoal serve para promover a sua marca pessoal e promover o seu trabalho, destacando as suas qualidades e diferenciais para que você consiga atingir os seus objetivos profissionais.

Para fazer marketing pessoal, você precisa ter clareza sobre a sua marca pessoal, ou seja, a imagem pela qual deseja ser reconhecido. Com isso em mente, é necessário criar uma estratégia contemplando ações, canais e conteúdos que irão promover a disseminação dessa imagem.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!