befreela logo 2

Como ganhar dinheiro com fotos: 16 formas de lucrar

como ganhar dinheiro com fotos imagem 1

Fotografar é o hobby de muitos, mas você já imaginou transformar um dos seus passatempos preferidos em uma fonte de renda? É isso que muitos fotógrafos profissionais e amadores têm feito hoje em dia. Afinal, é possível ganhar dinheiro com fotos tiradas até mesmo do seu celular.

Com smartphones cada vez mais tecnológicos, ficou fácil ter uma câmera sempre à mão e registrar fotos incríveis em apenas alguns segundos. Aquelas fotos de viagem que ficaram esquecidas no seu computador?! Bem, elas podem ser uma fonte de renda! Ou, quem sabe você pode virar um fotógrafo e oferecer seus serviços?

Independente do seu nível técnico, é possível lucrar com suas fotos, e existem inúmeras formas de fazer isto. E são estas possibilidades que vamos te apresentar neste artigo.

1. Ofereça seus serviços como fotógrafo

Uma das formas mais fáceis de ganhar dinheiro com fotos é trabalhar como fotógrafo. É também uma das formas mais rápidas de ver seus esforços se transformando em dinheiro. Caso você tenha um emprego, é possível começar fazendo trabalhos nos finais de semana e horas livres para ganhar uma renda extra, e assim que estiver com trabalhos o suficiente, virar fotógrafo full-time.

Para começar, você pode fazer algumas sessões gratuitas para criar um portfólio e publicar nas redes sociais ou no seu site. Dessa forma, você pode mostrar seu trabalho para possíveis clientes e começar a ser contratado.

Entretanto, caso sinta-se inseguro por nunca ter trabalhado na área, tente começar a trabalhar como assistente de algum fotógrafo na sua cidade. Desta forma, você pode ganhar mais experiência e tornar-se um fotógrafo freelancer assim que sentir-se confiante o suficiente. Foi assim que eu comecei a conseguir clientes, tanto no Brasil quanto em Portugal.

Aqui estão algumas áreas para trabalhar como fotógrafo:

      • Retratos;
      • Retratos corporativos;
      • Eventos;
      • Casamentos;
      • Recém-nascidos (newborn);
      • Documental;
      • Fotojornalismo;
      • Viagem;
      • Moda;
      • Comida;
      • Arquitetura.

2. Trabalhe como assistente de um fotógrafo

Começar a trabalhar diretamente como fotógrafo, empreendendo e sem saber muito bem como o trabalho funciona, pode ser desafiador. Por isso, muitos aspirantes a fotógrafos profissionais começam trabalhando como assistentes.

Os assistentes muitas vezes ajudam com a iluminação, a fotografia e até mesmo a edição. Com isso, é possível absorver muito conhecimento e entender um pouco de cada parte da fotografia. Como assistente você tem a chance de experimentar e ver o que realmente gosta de fotografar, além de aprender a editar com um profissional – sem precisar pagar por um curso, aprendendo com um profissional.

3. Ofereça seus serviços de edição

Caso você tenha ótimas habilidades no Photoshop ou Lightroom, é possível ganhar dinheiro editando fotos. A forma mais rentável de oferecer estes tipos de serviço é ofertando-os a profissionais, ou seja, fotógrafos que precisam de alguém para editar suas fotos, seja num trabalho pontual ou como um profissional contratado.

Outra opção é oferecer seus serviços de edição em sites de freelancer – e procurar por jobs lá – e também em páginas específicas para este tipo de serviço.

      • Upwork
      • 99freelas
      • Workana
      • Fiverr

4. Venda presets para Lightroom

Uma outra forma de ganhar uma renda extra – ou até mesmo o suficiente para trabalhar só com isso – é vender seus presets. Existem muitos fotógrafos que não têm tantas habilidades para editar suas fotos e querem dar à elas um ar mais profissional.

Além disso, atualmente, muitos blogueiros, instagramers e produtores de conteúdo em geral optam por utilizar presets para manter uma estética mais coesa no seus sites ou perfis nas redes sociais.

Portanto, se você gosta de brincar com o Lightroom e criar diversos tipos de edições, esta pode ser a opção perfeita.

5. Venda suas fotos impressas no seu site

Já pensou e ver suas fotos transformadas em quadros e penduradas nas paredes de casas e escritórios? Vender suas fotos impressas diretamente no seu site é uma ótima forma de ganhar dinheiro com fotografia na internet.

Você pode criar seu próprio site no WordPress.org (é de graça, você só paga se criar um domínio com o seu nome e contratar a hospedagem em sites como Hostgator) e criar uma loja virtual usando o plugin do WooCommerce. O plugin faz criar uma loja virtual algo super simples e rápido, além de ter integração com sistemas de pagamento como PayPal.

É claro que para isto você vai precisar encontrar uma boa gráfica, fazer testes e divulgar seu trabalho, além de se encarregar do envio e outras responsabilidades maiores. Entretanto, se você não quer se dar ao trabalho de imprimir e enviar suas fotos, existem sites que fazem este trabalho para você.

6. Faça upload das suas imagens em sites que vendem suas fotos impressas

No Brasil e no exterior existem sites que se encarregam de vender, imprimir e enviar suas fotos e te dão uma comissão pelas vendas. Tudo que você precisa fazer é fazer o upload das suas fotos lá e esperar que eles aprovem.

Estes sites são uma espécie de galerias virtuais, e são usadas por consumidores finais (pessoas que querem os materiais impressos) e também por designers e arquitetos que buscam por quadros ou objetos de decoração para suas casas e projetos.

Deixar que estes sites vendam suas fotos impressas é ótimo principalmente para aqueles fotógrafos que não querem fazer muito marketing ou não são muito conhecidos. Isto porque os sites fazem todo o trabalho de divulgação, e mesmo que ninguém te conheça como fotógrafo, você ainda pode vender muito. Inclusive, foi dessa forma que eu comecei a ganhar dinheiro com minhas fotos online (e com bancos de imagens, que abordaremos logo mais neste texto).

Aqui vão algumas opções de sites e galerias que oferecem este tipo de serviço:

7. Coloque suas fotos à venda no comércio local

Ainda outra forma de vender suas fotos impressas é colocando-as à venda no comércio local. Fazer isto facilita – e muito – a sua vida. Desta forma você não precisa se preocupar com cobranças, frete e entrega num geral. Você só precisa imprimir suas fotos, embalá-las e colocá-las à venda.

É claro que esta opção é muito mais fácil para aqueles que vivem em cidades um pouco maiores ou turísticas. Isso geralmente possibilita que fotógrafos e artistas deixem suas fotos em mais lojas e galerias.

Geralmente, as lojas e galerias trabalham em regime de consignação, ou seja, você deixa as fotos lá e eles te pagam um percentual sobre as vendas dos seus prints. Em geral, a taxa acordada é 50-50, onde você recebe 50% do valor da venda do seu produto.

É assim que eu, por exemplo, coloquei minhas fotos à venda em lojas de arte no Porto, em Portugal.

8. Transforme suas fotos em produtos

Você tem fotos que ficariam ótimas em uma camiseta, como capa de um caderno ou até mesmo numa almofada? Hoje em dia tudo isso é possível. Existem diversas empresas que oferecem estes serviços. Esta é uma ótima oportunidade para aqueles que querem unir duas paixões. Afinal, vender suas fotos impressas como quadros não é a única forma de vendê-las.

9. Venda suas fotos em bancos de imagens

Esta é uma ótima forma de ganhar dinheiro com suas fotos – e melhor, ganhar em dólar! Existem inúmeros bancos de imagens que oferecem diferentes formas de pagamento e comissões sobre a venda das suas fotos.

As imagens disponíveis nestes bancos são, em geral, utilizadas por indivíduos e até mesmo grandes empresas para campanhas publicitárias, anúncios, apresentações e outros usos. Portanto, é importante que suas fotos tenham alta qualidade e retratem algo que empresas estão procurando – pode ser quase qualquer coisa!

Desse jeito, é possível até mesmo lucrar em cima daquelas fotos que você achava que não serviam para nada e estavam esquecidas no seu HD externo. Inclusive, esta é uma ótima opção para todos os tipos de fotógrafos, profissionais ou amadores – seja sua câmera um celular ou uma full frame. Tanto os fotógrafos de natureza e paisagem quanto os de retratos e eventos têm espaço nas plataformas.

Aqui vão alguns bancos de imagens onde é possível fazer o upload das suas fotografias:

10. Licencie suas imagens

Já imaginou ver uma foto sua na capa de um livro, um caderno, cartões de aniversário ou até como estampa de uma camiseta numa grande loja de departamentos? Isso é possível.

Ao licenciar uma imagem, você está “alugando-a” para uma marca ou empresa e ganhar royalties em cima das vendas do produto que usou sua foto. Os contratos variam, portanto, o percentual recebido pelo artista e as formas de uso são definidas por meio de contratos específicos.

Apesar de não ser a forma mais simples e direta de rentabilizar suas fotografias, pode ser um modo bastante lucrativo.

Para começar, você pode inscrever-se em feiras específicas de brand licensing, onde é possível expor suas imagens, ou até mesmo entrar em contato com marcas menores para fazer uma collab e cocriar um produto.

11. Ofereça suas fotos para revistas

Vender suas fotos para revistas não é uma tarefa fácil, mas não é impossível. A grande variedade de revistas disponíveis no mercado – tanto online quanto offline – faz com que você tenha inúmeras opções na hora de oferecer suas imagens.

Existem diversos nichos: viagem, culinária, moda, notícias, negócios, arte, entre tantos outros. Portanto, escolha a área que mais te atrai, e entre em contato com algumas publicações ou busque conhecer alguém que possa intermediar seu contato com uma revista para a qual você quer vender seu trabalho.

12. Crie workshops presenciais

Caso você já tenha experiência com fotografia e goste de contato humano e de ensinar, criar workshops presenciais pode ser uma ótima oportunidade para lucrar. Crie desde um workshop introdutório – para ensinar o básico à principiantes – ou uma oficina intensiva para compartilhar seus conhecimentos com outros profissionais.

É claro que é importante que você tenha pleno conhecimento do tema e tenha tudo planejado. Workshops são feitos para combinar a teoria e prática, e geralmente são uma ótima oportunidade para outros fotógrafos aprenderem com você e terem a experiência de fotografar profissionalmente pela primeira vez. Portanto, só faça isso se realmente sentir que é algo que você quer e que pode entregar muito valor e uma experiência incrível para seus alunos.

13. Crie um curso online

Uma alternativa à workshops criar um curso online, o que te dá mais flexibilidade geográfica. Esta opção é perfeita para profissionais experientes, que já ensinaram outras pessoas ou que têm uma ótima didática. Dessa forma é possível garantir um conteúdo rico e direto, que ajude outros fotógrafos – amadores ou profissionais – a desenvolver sua fotografia.

Para isto, é preciso planejar e estruturar o seu curso, gravar as aulas – ou criar um curso online ao vivo – e fazer o upload dos vídeos numa plataforma à sua escolha. Caso ofereça um curso em Português, é possível colocá-lo à venda em plataformas como Hotmart e Eduzz. Por outro lado, se disponibilizar seu curso em inglês ou outras línguas, pode testar plataformas como Skillshare, Udemy ou Gumroad.

14. Crie um e-book

Se gravar vídeos para criar um curso não é o seu ponto forte, talvez você possa criar um e-book para dividir seus conhecimentos. Caso você tenha experiência como fotógrafo e queira compartilhar seus conhecimentos com fotógrafos profissionais ou amadores, também é possível criar um material interessante em forma de livro virtual.

Plataforma como Hotmart, Eduzz e Gumroad oferecem suporte à materiais em pdf, por exemplo.

15. Dê consultoria ou mentoria para outros fotógrafos

Esta também é uma ótima opção para aqueles profissionais experientes. Se você sente que tem algo a ensinar para outro fotógrafo, é possível fazê-lo através de um processo mais exclusivo, como uma consultoria ou mentoria.

O tema, é claro, não precisa ficar restrito à fotografia. Você pode, por exemplo, não querer ensinar fotografia para outros fotógrafos, e sim ensiná-los como conseguir mais clientes, as melhores técnicas para fechar mais contratos, ganhar mais dinheiro, ou melhorar a sua edição.

Aqui, vale ofertar aquilo que você sente que te diferencia, que te faz único e que as outras pessoas gostariam de aprender diretamente com você para te fazer quantas perguntas forem necessárias.

16. Participe de concursos fotográficos

Muitos sites e empresas oferecem prêmios à fotógrafos em concursos. Estas recompensas variam e podem ser qualquer coisa desde dinheiro à equipamento fotográfico. Geralmente, os concursos propõem temas e o fotógrafo deve retratar o assunto de maneira criativa.

Seja você profissional ou amador, é importante selecionar os concursos nos quais participa com sabedoria. Afinal, não adianta inscrever-se em um concurso no qual o tema não seja muito familiar à você. Além disso, é importante ver os jurados – que geralmente também são fotógrafos – e ver o tipo de fotografia que eles gostam, qual é o estilo deles.

Como muitos concursos cobram uma taxa de inscrição, pode ser arriscado se inscrever em um que não esteja alinhado com o tipo de fotografia que você costuma tirar.

FAQ – Perguntas Frequentes

Existem algumas opções para ganhar dinheiro online com fotografia. Você pode vender suas fotos em bancos de imagens, em galerias virtuais como a Urban Arts ou até mesmo criar um curso online, e-book ou um programa de mentoria para outros fotógrafos. Também é possível prestar serviços editando fotos ou vendendo presets para Lightroom.

Você pode rentabilizar suas fotos de paisagem vendendo-as em um banco de imagens, em lojas e galerias online ou no comércio local ou até mesmo criando produtos com sua foto estampada. Outra opção é vender suas imagens para revistas de turismo ou até mesmo licenciá-las. Em suma, existem inúmeras possibilidades de lucrar com este tipo de foto, basta ser criativo. milhões de visualizações mensais, consegue ganhos mensais entre $600 a $9.000.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!