Como escrever um artigo: o passo a passo definitivo

como escrever um artigo imagem 1

Para freelancers e empreendedores que precisam de uma boa estratégia de divulgação para obterem sucesso em seus negócios, a produção de conteúdo pode ser a melhor ferramenta.

É excelente para atrair e educar o público-alvo, convertendo visitantes em clientes e fortalecendo a reputação da empresa.

Por essa razão, o foco do texto de hoje é te guiar num passo a passo para escrever artigos que de fato engajam.

Continue lendo:

1. Pesquise sobre o segmento e analise conteúdos da concorrência

Antes de mais nada, faça uma varredura sobre os conteúdos que já estão sendo produzidos dentro do seu segmento de mercado. Acompanhe as postagens de empresas consolidadas e monitore os feedbacks dos leitores sobre os conteúdos sendo publicados.

Você pode fazer isso acessando diretamente os sites, blogs e redes sociais das empresas, assistindo a vídeos no Youtube e visitando fóruns e diretórios de artigos sobre o tema.

Assim poderá anotar o que tem funcionado para reproduzir em seus textos e o que não gera resultados tão bons para assim não repetir. Identifique também os pontos positivos e negativos de acordo com o seu gosto: o que te chamou a atenção? O que não gostou?

Atente-se ao título escolhido, o tipo de linguagem usada nos textos, o tamanho e formato dos conteúdos, uso de elementos como imagens, vídeos e infográficos, táticas de SEO e legibilidade, o tipo de chamada para ação e outros fatores.

2. Defina a persona, o tema e a(s) palavra(s)-chave(s)

Para conseguir desenvolver conteúdos que atraiam e retenham a atenção do público, você primeiramente precisa compreender quem é esse público. Este é o conceito de “persona”, muito usado no marketing de conteúdo, que se trata de um personagem semifictício baseado no seu cliente ideal.

Uma vez que identifica a sua persona, saberá então determinar o que ela deseja ao encontrar o seu conteúdo: educar-se, aprofundar conhecimentos, tomar uma decisão de compra etc. A partir disso, poderá organizar temas de acordo com esses interesses e os seus próprios objetivos, de modo a escrever artigos que engajam.

Tanto na hora de pesquisar sobre um tema atrativo quanto as palavras-chaves, existem ferramentas que pode utilizar para perceber o que tem sido escrito dentro do seu segmento e o que tem atraído mais leitores.

Exemplos de ferramentas são a extensão MozBar para o Google Chrome e o Keyword Planner do Google Adwords.

3. Escolha boas referências para a pesquisa

Com o tema e palavra-chave em mãos, é hora de iniciar a pesquisa para o artigo. Use boas referências para extrair informações, visitando sites que são referências no assunto, periódicos e artigos científicos, até mesmo sites em outros idiomas caso os domine.

Buscar uma referência em inglês ou espanhol, por exemplo, é excelente para ter acesso a conteúdos que talvez ainda não tenham sido trabalhados no Brasil bem como para fazer com que o seu artigo se destaque entre os demais, trazendo informações fresquinhas e inovadoras.

Recorra a outros formatos de conteúdo como imagens, vídeos, infográficos, podcasts e palestras para reunir informações. Existem muitas fontes de dados para além dos textos escritos.

É também interessante utilizar pesquisas anteriores sobre segmentos relacionados ou até mesmo leituras com as quais se deparou enquanto navegava na internet ou lia outro tipo de material.

Para evitar perder dados interessantes, use ferramentas como o Evernote ou o Pocket. Assim pode armazenar facilmente alguma informação que leu e usá-la em seus artigos no futuro.

Somos bombardeados com tantas informações em nosso cotidiano que podemos fazer um bom uso disso para o trabalho.

4. Escreva o artigo usando as técnicas corretas

Finalmente chegamos ao ponto crucial: escrever o artigo de fato. Contudo, não basta só escrever por escrever, você precisa escrever usando as técnicas e táticas corretas.

Use práticas de SEO e legibilidade

Considere a estrutura do texto antes de começar: divida o texto em diferentes seções (introdução, desenvolvimento e conclusão) organizadas por intertítulos, utilize-se de parágrafos e frases curtas.

Insira a palavra-chave em trechos estratégicos, destaque palavras e frases importantes com o auxílio do negrito e do itálico, e sempre use uma CTA ao final (incitando que compartilhem ou comentem no artigo, por exemplo).

Aproveite o benefício dos bullet points, listas, imagens e infográficos. Opte por palavras simples, estatísticas que aumentem a credibilidade do conteúdo, e links internos e externos.

Use técnicas de persuasão e elementos atrativos

O ideal é que consiga desenvolver um artigo que você leria, essa é a melhor maneira de garantir que o texto irá causar as reações que gostaria nos leitores.

Use expressões que criem expectativas e despertem o interesse, conte histórias autênticas que envolvam os leitores, insira analogias e metáforas que ficam na cabeça, inclua frases de efeito que marcam, construa argumentos verídicos e convincentes.

Uma boa forma de provocar essas emoções no texto é usando técnicas de Copywriting.

5. Defina um título para o seu artigo

Recomendamos que você deixe para definir um título para o artigo depois de tê-lo escrito, porque ao final você tem uma perspectiva mais concreta sobre o que foi abordado e assim o título será mais direcionado.

O título é um elemento extremamente importante, muitas vezes é o fator decisivo para uma pessoa ler ou não o texto. Ele é quem fisga a atenção, antes de tudo.

Existem alguns gatilhos que pode utilizar para definir um bom título, entre eles:

      • O elemento de choque;
      • A promessa de recompensa;
      • A incitação de um segredo;
      • A revelação de um truque;
      • Listas de instruções;
      • A demonstração de empatia;
      • A confissão de uma dificuldade em comum;
      • O guia passo a passo para o desenvolvimento de algo.

6. Revise o seu artigo

Nunca publique o seu artigo sem revisá-lo primeiro, combinado? Nunca. E depois que terminar de escrever, deixe o texto descansando por ao menos algumas horas, se possível, antes de iniciar a revisão.

A revisão é essencial para identificar e corrigir equívocos ortográficos e gramaticais, erros de digitação, repetição de ideias, problemas na fluidez, na linguagem e em outros elementos. Caso possa, peça para alguém ler o texto além de você.

Outra boa dica para otimizar a escrita é ler o artigo em voz alta.

7. Publique o artigo nas plataformas certas

De nada adianta escrever o melhor artigo do mundo se ninguém vai lê-lo, certo?

A nossa sugestão é que tenha ao menos uma plataforma própria, um site ou blog, em que tenha total controle sobre o conteúdo.

Essa plataforma pode servir como um ótimo portfólio e existem sistemas de gerenciamento de conteúdo, como o WordPress, que facilitam muito o processo para você mesmo construir o seu site.

Em adição a isso, é também recomendado construir uma forte presença online com o auxílio das redes sociais. Se você deseja ser reconhecido pelo seu trabalho e se tornar autoridade como produtor de conteúdo, a melhor pedida na qual é investir no LinkedIn.

Com a ferramenta Pulse, você pode compartilhar conteúdos que publicou primeiramente em seu blog ou mesmo desenvolver textos exclusivos para a plataforma.

O LinkedIn é uma excelente vitrine para fortalecer o branding digital, permitindo que se inteirem sobre o seu trabalho e conheçam mais sobre a sua marca pessoal.

Se quiser dar um passo além para criar e publicar conteúdos autênticos de maneira consistente, conheça o curso de Marketing Pessoal e Produção de Conteúdo no LinkedIn do Matheus de Souza.

FAQ – Perguntas Frequentes

Quando falamos sobre artigos para a web, o esqueleto do texto pode variar um pouco a depender do seu objetivo, mas de maneira geral, podemos dizer que os redatores:

      • Iniciam o texto com uma introdução, apresentando a problemática;
      • Desenvolvem o texto em seções com o auxílio de intertítulos, destrinchando os elementos do tema com base no briefing;
      • Concluem o artigo com um apanhado geral do que foi dito e uma CTA (chamada para ação) de acordo com os objetivos.

Comece a escrever um artigo pela pesquisa e planejamento. Isso te dará o suporte para saber o que deve ser dito e como deve ser dito.

Uma vez que tenha as informações em mãos, monte a estrutura do texto (considerando seções e intertítulos) e escreva com o auxílio de suas referências e com foco nos desejos da persona.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!