befreela logo 2

17 técnicas de copywriting que você precisa conhecer

tecnicas de copywriting imagem 1

Assim como toda área, o copywriting também exige estudo, treino e aperfeiçoamento. Para escrever textos cada vez melhores, é recomendado conhecer as principais técnicas de copywriting.

Muitos especialistas compartilham orientações e boas práticas sobre o assunto, afinal, é uma área de atuação que cresce cada vez mais com o mercado digital ganhando espaço a cada dia que passa.

O copywriting está relacionado à criação de textos que têm como foco a persuasão, ou seja, convencer determinadas pessoas a realizar uma ação específica. 

É importante ter em mente que não é necessário (e nem possível) utilizar todas as técnicas em uma única copy. Cada uma pode ser mais interessante de acordo com o seu público e objetivos (você aprender como utiliza-los em conjunto com os exemplos de copywriting que reunimos neste artigo).

Confira, ao longo deste artigo, quais são as principais que você precisa conhecer para executar um trabalho melhor ainda.

1. Senso de urgência

Sabia que, a não ser que haja uma “data limite” para realizar uma determinada ação, é muito comum é que as pessoas procrastinem?

Esta técnica foca justamente nesse senso de urgência, ou seja, na necessidade de tomar a decisão rapidamente para, assim, gerar a conversão. Para isso, são utilizados termos que geram tal urgência, por exemplo:

      • Descubra hoje como se tornar um copywriter de sucesso. Leia o artigo até o final!
      • Aproveite até amanhã a oportunidade de se inscrever na aula gratuita.

2. Conexão emocional

Uma forma de atrair a atenção do público é por meio da criação de uma conexão emocional. Para isso, o storytelling entra em cena e é um ótimo recurso para conduzir as pessoas e fazê-las se envolverem com o conteúdo. É sobre contar histórias que aproximam, geram identificação e emocionam, afinal, a conexão emocional é uma das grandes responsáveis por criar verdadeiros fãs de uma marca.

Dica de livro: The Best Story Wins, por Matthew Luhn

Para aprender sobre marketing e storytelling para negócios, recomendamos este livro de Matthew Luhn, que trabalho por 20 anos na Pixar. Ele é especialista em emocionar as pessoas por meio do storytelling e conta a sua experiência profissional desde então até os dias atuais, em que trabalha como consultor de grandes empresas americanas.

3. Transformação

Para ser capaz de persuadir uma pessoa a realizar uma ação, é preciso ficar claro na copy o que ela vai ganhar com isso.Ou seja: qual impacto é esperado em sua vida após consumir determinado conteúdo e realizar a ação?

O objetivo desta técnica ressaltar essa transformação para não restarem dúvidas de que ela deve realizar a ação. Confira alguns exemplos para entender na prática:

      • 5 dicas para ter mais liberdade e felicidade no trabalho
      • Entenda como migrar do trabalho CLT para freelancer de maneira sustentável

4. Escassez

A escassez é muito utilizada para fortalecer o senso de urgência, ou seja, a ideia de que a pessoa precisa fazer algo rapidamente para não perder a oportunidade. Promoções com desconto ou vagas por tempo limitado, por exemplo, enfatizam bem esse ponto e tendem a convencer com maior eficácia.

5. Provas sociais

Outra técnica que costuma ser muito valiosa no copywriting é o uso de provas sociais, ou seja, de depoimentos de compradores, ex-alunos, usuários. Isso porque as pessoas tendem a ser influenciadas por terceiros na tomada de decisões.

Assim, quanto mais pessoas aprovarem algo, significa que a qualidade é comprovada e, portanto, ficam mais tentadas a se tornarem clientes também.

6. Exclusividade

Visto que a internet está repleta de conteúdos, como se diferenciar e não ser apenas “mais do mesmo”? Como realmente atrair a atenção do público?

A resposta está na exclusividade, ou seja, demonstrando que você tem algo de único para oferecer às pessoas. Confira alguns exemplos em seguida:

      • Descubra o que os maiores especialistas do LinkedIn recomendam para aumentar o engajamento na rede.
      • 5 passos para se tornar um freelancer consolidado em marketing de conteúdo.

7. Autoridade

Quando você quer aprender algo novo, não é comum procurar pelos nomes mais conhecidos do mercado dentro da sua área de interesse? As pessoas fazem isso porque têm a tendência de obedecer e seguir aqueles que são considerados superiores.

É possível utilizar este ponto a seu fazer na hora de escrever um texto persuasivo. A dica é reforçar a sua credibilidade expondo credenciais, experiências e referências.

8. Prometer o que pode cumprir

Não se esqueça da importância de sempre cumprir aquilo que for prometido em seus textos. Isso é fundamental para fortalecer a confiança, afinal, as pessoas não gostam de ser enganadas, não é mesmo?

Não adianta nada prometer soluções mágicas se, na prática, você não entrega nada daquilo e só gera frustração para o seu cliente.

9. Títulos atrativos

O título tem um papel muito importante na hora de prender a atenção do leitor e despertar a sua curiosidade. Se não for bom o suficiente, ele não vai se interessar em continuar a leitura.

Por isso, é importante levar em consideração algumas orientações na hora de escrever o seu título, entre elas:

      • usar números para listar dicas e ensinamentos, por exemplo: “10 dicas para quem está começando como freelancer”;     
      • fazer questionamentos que não tenham uma resposta óbvia (“sim” ou “não), pois devem despertar a curiosidade;
      • usar dados impressionantes, por exemplo “Como conseguir 1 milhão de views em seus vídeos do Instagram”;
      • utilizar referências externas (filmes, personalidades, bandas), por exemplo: “X lições de storytelling para aprender com Toy Story 4”
      • usar verbos no imperativo.

10. Use CTAs

O CTA (call to action) é fundamental em qualquer copy, por isso, não se esqueça deste ponto quando estiver escrevendo. Como o próprio nome diz, se refere a uma “chamada para a ação”, ou seja, tem como objetivo incentivar a pessoa a fazer algo —comprar algo, se inscrever em um curso, assinar uma newsletter, assistir a um vídeo, enviar uma proposta etc.

Pense no que você deseja que o indivíduo faça após consumir o seu conteúdo e não se esqueça de usar verbos no imperativo para reforçar a ação. Confira alguns exemplos:

      • Clique aqui para se inscrever gratuitamente na newsletter.
      • Garanta agora a sua vaga com 50% de desconto.

11. Linguagem simples e natural

É claro que isso pode variar conforme o tipo de público, mas, no geral é recomendado utilizar uma linguagem simples e de fácil entendimento. Evite palavras que podem gerar dúvidas ou ruídos na comunicação.

Ao escrever como você fala o texto fica muito mais natural e informal, gerando maior aproximação com o leitor que, rapidamente, irá captar a mensagem. Ainda sobre a linguagem, também é recomendado evitar um tom agressivo, que passa a sensação de que se está querendo forçar a compra a todo custo.

12. Loops abertos

Esta técnica de copywriter é sobre falar algo que vai acontecer sem revelar o seu final. Dessa forma, é possível despertar a curiosidade e gerar uma expectativa nas pessoas para que continuem lendo a copy. É um estímulo para não perdê-la no meio do caminho.

Também é possível utilizar algumas pistas de tempo nessa técnica para torná-la ainda mais interessante. Um exemplo: “No próximo e-mail você terá acesso à descoberta que revolucionou a maneira que usamos o Instagram.”

13. Escaneabilidade

A leitura nos meios digitais tem algumas peculiaridades. Uma delas é a importância da escaneabilidade para não perder o leitor logo de cara.

Esta técnica torna a leitura do conteúdo muito mais dinâmica, permitindo que o leitor entenda rapidamente o que vai encontrar naquele texto. Para isso, é recomendado:

      • evitar blocos de textos muito grandes;
      • utilizar intertítulos chamativos;
      • usar bullet points para destacar listas;
      • mesclar o texto com imagens ou vídeos (quando agregar valor ao conteúdo);
      • usar o recurso do negrito para destacar frases ou palavras importantes.

14. Use metáforas e analogias

Alguns assuntos podem ser de compreensão mais complexa. Para facilitar o entendimento e não perder o leitor no meio do caminho, uma técnica interessante é utilizar metáforas ou analogias próximas à realidade do público.

Dessa forma, será mais fácil para as pessoas se identificarem, afinal, os argumentos serão muito mais convincentes e o entendimento facilitado.

15. Enfatizar o problema

Uma das maneiras mais eficientes de se convencer alguém sobre algo é enfatizando o problema que ela tem e as suas consequências negativas. Assim, ao trazer a sua solução como a ideal ela já estará sensibilizada em relação à necessidade de realizar uma ação.

Nesse caso, é importante não forçar a barra e fazer a pessoa se sentir culpada pelo problema. O foco é alertá-la, deixando claro que ela precisa de ajuda e que existem soluções viáveis.

16. Amostras grátis de conteúdo

A técnica voltada para oferecer amostras grátis de conteúdo também é conhecida como “ensinar sem ensinar”. Trata-se de, em conteúdos gratuitos, ensinar aquilo que as pessoas precisam fazer para resolver um determinado problema, porém, sem ensinar como fazer isso.

Nesse tipo de copy, é fundamental não “entregar o ouro” e sim dar um gostinho sobre o que o leitor poderá aprender se decidir investir no que você está oferecendo.

17. Garantias

Por fim, uma última técnica de copywriter que vale a pena conhecer é a das garantias. Ela é fundamental, principalmente para aqueles que estão fortalecendo a autoridade e consolidando a confiança com o público.

Uma das garantias mais clássicas é aquela em que a copy diz o seguinte: “Compre agora e, se não gostar do produto, você tem até X dias de garantia para solicitar o seu dinheiro de volta.”

Independentemente de qual for o tipo de garantia, o importante é que a pessoa sinta que você está assumindo os riscos.

Ufa! Muita coisa, né? O universo do copywriting é repleto de possibilidades e você pode ir aprimorando os seus conhecimentos aos poucos ao testar todas estas técnicas, ler livros sobre copywriting ou fazer cursos. Aproveite para começar agora mesmo!

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!