6 passos para construir o seu Branding Digital

branding digital imagem 01

Se você é dono de um negócio, seja ele de pequeno, médio ou grande porte, já deve ter ouvido falar numa expressão chamada branding digital.

Este conceito é muito importante para conquistar e envolver um público com os valores do seu negócio, criando uma verdadeira comunidade.

Entenda melhor os pontos essenciais para construir um excelente branding digital:

1. Crie sua brand persona

Antes de iniciar qualquer tipo de negócio, é preciso entender quem você é como negócio. Quais são os valores da sua marca, a linguagem e o estilo dela. E é por isso que criamos uma brand persona.

A brand persona é uma parte essencial, principalmente se você vai criar uma marca que não é baseada no seu nome. Isso porque definir características pessoais para uma empresa humaniza a marca e cria mais proximidade com a audiência.

Essa é um dos grandes diferenciais de empresas como o Nubank e Netflix. Eles agem como pessoas o tempo todo, e têm suas próprias características.

Por outro lado, caso você queira apenas criar e fortalecer sua marca pessoal, ter uma brand persona também pode ajudar. Saber quais os valores você quer comunicar e quais características suas você quer reforçar vai ser um grande aliado na hora de comunicar e conectar sua marca com as pessoas certas.

2. Identidade Visual

Um dos pontos essenciais ao pensar em uma estratégia de branding digital é a identidade visual. Ela engloba elementos como logos, cores, guias de estilo, itens de design, assinaturas e tipografia.

A estética de um negócio é a grande oportunidade de se destacar visualmente nos canais escolhidos, atraindo consumidores e se estabelecendo como marca singular com algo totalmente diferente a oferecer.

A identidade visual precisa refletir o que a empresa é e ao que se propõe de maneira autêntica, também precisa ser adaptável para acompanhar os diversos momentos da empresa e do mercado.

A identidade visual ajuda a empresa a solidificar uma reputação e estabelecer uma credibilidade para o público.

3. Voz e Tom da Marca

O próximo passo é pensar na linguagem que comandará toda a comunicação da sua marca. Prefere um tom informal e despojado? Ou talvez o seu segmento de mercado exija uma postura mais séria e objetiva?

Aqui, cabe realizar uma pesquisa de mercado para entender o tipo de linguagem que funciona melhor com o público do seu segmento. Afinal, essas pessoas precisam se sentir à vontade para engajar e interagir com a marca em canais múltiplos.

Essa linguagem precisa acompanhar a empresa em todos os formatos de comunicação: um blog post, uma publicação no Instagram ou mesmo uma live.

4. Visibilidade e Canais

É também importante pensar nos espaços em que sua marca vai se mostrar para o mundo e interagir com os clientes.

Onde é que está o seu cliente ideal? Quais os canais ele mais utiliza e como navega por essas interfaces? Respondendo a essas perguntas, fica mais fácil direcionar seus esforços para os lugares certos.

O recomendado sempre é que tenha ao menos uma plataforma própria, seja um site, um blog ou uma loja virtual. Esse será o seu espaço, onde tem maior controle sobre o que deseja transmitir.

Contudo, não estar em nenhuma rede social hoje em dia é como apostar contra si. As redes sociais são quase uma força da natureza quando o assunto é branding digital, então não podem ser ignoradas de jeito algum.

Você não precisa ser ativo em todos os lugares, mas é bom que tenha algumas opções. Redes que apresentam bom retorno em visibilidade são o Instagram, o TikTok, o Facebook e o Pinterest.

Se você planeja contar com um atendimento online e mais humanizado, o chat do WhatsApp é uma ótima pedida.

O ideal é que adote uma estratégia para cada canal utilizado, porque os interesses e comportamentos dos públicos podem variar de plataforma para plataforma. Além disso, cada conteúdo precisa se adaptar ao formato.

5. Produção de Conteúdo

A produção de conteúdo é como o coração do Branding Digital, bombeando combustível para as outras ações. Os conceitos de marketing digital são excelentes para te ajudar a desenvolver um conteúdo relevante que converte em vendas.

Familiarize-se com otimização de textos com SEO, funil de vendas, jornada de compra, Copywriting e outros braços da estratégia como Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo.

Lembra que falamos ali em cima sobre aliar conteúdo ao canal certo? Pois então.

O Pinterest e o Instagram são redes totalmente visuais. Hoje, o Instagram tem investido em popularizar vídeos na plataforma, então é bom produzir esse formato para lá também.

Aqui, o seu segmento de mercado conta muito. Se você comercializa cosméticos e itens de beleza, por exemplo, tutoriais em vídeo fazem muito sucesso.

O blog é um canal em que pode se aprofundar mais nos temas, abordando assuntos que resolvam dores da sua persona ou que despertem a curiosidade para conhecer mais seus produtos ou serviços.

Já no e-mail marketing, você consegue ter uma conversa mais próxima com a persona, trabalhando em um relacionamento duradouro entre empresa e consumidor.

6. Tecnologias e Métricas

Todo esse trabalho precisa ser monitorado, certo? Só assim será capaz de analisar a performance e determinar se as ações estão gerando os resultados esperados.

Use as tecnologias certas para avaliar as métricas como estatísticas de engajamento, impressões e visualizações, extrair relatórios etc., podendo assim apontar o que precisa ser aperfeiçoado.

Muitas redes oferecem um campo para a análise de estatísticas em perfis corporativos, mas também pode utilizar outras ferramentas como o Google Analytics e o SEM Rush.

FAQ – Perguntas Frequentes

Branding é o trabalho de gerenciamento realizado para promover e disseminar a mensagem de uma marca, de modo que conquiste clientes fiéis e que se posicione como singular no mercado.

As ações de branding garantem que o público crie uma conexão com as marcas, compartilhando valores e percepções além de, com sorte, se tornar um embaixador dessa marca, incentivando que outros a conheçam.

Por sua vez, o ambiente digital potencializou muito essa estratégia, abrindo espaço para a ascensão do branding digital, um termo mais específico que engloba estratégias de marketing e comunicação aplicadas à internet.

O objetivo principal do Digital Branding é fazer com que uma marca se destaque no mercado por meio de sua autenticidade e qualidade. Isso é essencial considerando que hoje consumidores possuem muitas opções para escolher.

O Digital Branding mostra a eles porque devem escolher a sua marca.

Através da comunicação e construção de relacionamentos com possíveis clientes, é possível gerar maior visibilidade e credibilidade para as marcas de diferentes segmentos de mercado.

A melhor maneira de fortalecer a sua marca na internet é criando uma estratégia forte de Branding Digital.

Dedique-se a um planejamento completo sobre a persona do seu negócio, a identidade visual, o tom e voz da marca, canais de comunicação, produção de conteúdo e análise das métricas de desempenho.

Confira também as nossas dicas dos melhores cursos para empreendedores, esteja você começando ou já estabelecido no mercado.

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Deixe um comentário

Picture of Gabriela Araujo
Gabriela Araujo
Sou tradutora, redatora e escritora, baseada no Rio, com graduação em turismo pela universidade federal UNIRIO. Sou autora de "Quando sentir, escreva", um livro de poesias, e também dos contos "Ainda bem que temos o Charme" e "Poeira estelar". Além disso, escrevo no meu blog pessoal e no blog "Negra em Movimento" onde abordo questões raciais, feminismo e turismo responsável.

Mais artigos como este