befreela logo 2

Plano estratégico de marketing digital: o guia completo para criar o seu

Um plano estratégico de marketing digital é fundamental para qualquer empresa que deseja crescer de forma sustentável. Se essa etapa não é realizada de forma bem estruturada, todos os esforços podem acabar trazendo apenas prejuízos.

O meio digital é muito dinâmico e está em constante transformação. Por isso, ficar atento à estratégia traçada e os resultados que estão sendo conquistados é essencial para fazer reestruturações sempre que necessário.

Seja você um freelancer, um pequeno empreendedor ou um profissional da área de marketing digital, leia este artigo até o final para ter acesso a um passo a passo completo sobre como criar o seu plano estratégico.

O que é um plano estratégico de marketing digital?

É um centralizador de todas as informações mais importantes para a execução das suas campanhas e ações, entre elas:

      • objetivos;
      • KPIs;
      • concorrência;
      • público-alvo;
      • canais.

Trata-se de uma ferramenta valiosa para otimizar a sua gestão de marketing digital, pois a partir do que foi definido você pode traçar metas mais realistas, ter maior clareza sobre as estratégias que serão implementadas para o atingir tais metas, conhecer melhor o seu público-alvo, justificar investimentos etc.

O planejamento é essencial para garantir a execução de ações certeiras, que irão trazer o retorno esperado e contribuir para os objetivos traçados. Sem isso, é bem capaz que você acabe “dando tiros no escuro” e gaste dinheiro e não obtenha lucros.

Quais são as principais estratégias de marketing digital?

Para quem conhece pouco sobre a área, o marketing digital pode parecer muito vasto e cheio de possibilidades. E realmente é, mas o mais interessante é como todas as pontas se conectam quando há um bom planejamento por trás.

Entre os diversos tipos de estratégias que podem ser implementadas, confira as principais:

      • branding: ações voltadas para a construção e fortalecimento da sua marca;   
      • tráfego pago: são os anúncios segmentados que geram tráfego para o seu negócio;
      • tráfego orgânico: são estratégias de SEO com o objetivo de alcançar as primeiras posições do Google;
      • redes sociais: conteúdos em canais como Instagram, Facebook, LinkedIn etc;
      • e-mail marketing: um canal próprio por meio do qual é possível trabalhar ações variadas;
      • growth hacking: conjunto de estratégias baseadas em hipóteses e experimentos,  voltadas para resultados rápidos.

Como criar o seu planejamento estratégico em 7 passos

Agora que você já entendeu o que é um plano estratégico, chegou a hora de conferir um passo a passo completo para começar a fazer o seu:

1. Objetivos

Os objetivos são a base de qualquer estratégia. Trata-se de aonde você deseja chegar, ou seja, o que quer alcançar por meio das ações de marketing digital.

Você pode definir um ou mais objetivos, mas lembre-se de que também não adianta querer conquistar tudo em um período muito curto. Tenha clareza sobre os objetivos principais e secundários.

Cada ação implementada pode compor o conjunto como um todo, complementando pouco a pouco a construção dos objetivos principais. Um exemplo: você está lançamento uma nova marca de roupas e o seu objetivo principal do ano é conquistar pelo menos 2 mil clientes. Para isso, objetivos secundários podem ser traçados, como: ter 10 mil seguidores no Instagram, obter um fluxo orgânico de 5 mil visitantes por dia no site etc.

2. KPIs

Ao ter os objetivos definidos, você já tem mais clareza sobre quais métricas serão analisadas ao longo do período definido de ações. Os KPIs são os indicadores-chave de performance, que são fundamentais para que você possa avaliar se a estratégia traçada está alcançando os resultados esperados ou se são necessárias algumas revisões.

É preciso primeiro ter clareza dos objetivos para, em seguida, definir as métricas mais adequadas. Por exemplo: um objetivo focado em conhecimento de marca contará com KPIs diferentes de um que é voltado para a conversão.

3. Persona

A sua persona se trata de uma análise mais profunda do seu público-alvo. Por meio de pesquisas em profundidade você irá compreender as suas dores, necessidades, hábitos, objetivos, dúvidas etc.

O consumo de conteúdo também deve ser analisado para entender os seguintes pontos:

      • Em quais redes sociais a sua persona está?
      • Quais tipos de conteúdo ela consome?
      • Com qual frequência ela consome conteúdo?   
      • Quais formatos ela prefere?

Tudo isso é fundamental para estruturar um plano estratégico realmente alinhado àquilo que a sua persona busca e precisa, caso contrário, as suas ações podem acabar se tornando um fracasso.

4. Concorrência

Ter conhecimento profundo sobre a sua concorrência também é fundamental. Isso inclui entender quais estratégias estão implementando, como estão se posicionando e quais são os seus diferenciais e vantagens competitivas.

A partir disso, você irá entender como pode se diferenciar e fazer algo ainda melhor em diferentes esferas (serviços, atendimento, experiência do usuário, preços etc). É analisando as ameaças e oportunidades do mercado que você conseguirá tomar decisões muito mais embasadas e construir estratégias que te ajudem a crescer diante de tanta competitividade.

5. Orçamento

Um dos pontos positivos do marketing digital é que para quem está começando e não tem muita grana, se trata de uma estratégia que pode ser iniciada sem grandes investimentos.

O foco inicial pode ser trabalhar apenas organicamente, ou seja, sem tráfego pago. Mesmo assim, com um investimento financeiro relativamente baixo já é possível realizar anúncios no Google, no Facebook e Instagram. Caso opte por fazer mídia paga, é importante contar com um profissional especialista no assunto, que será responsável por analisar as métricas e adaptar a estratégia conforme os resultados.

Além disso, negócios que exigem a criação e manutenção de sites também podem necessitar um investimento. Com o surgimento de plataformas simples e intuitivas, cabe a você entender o quanto deseja colocar de dinheiro nessa etapa do processo.

E para aqueles que preferem começar apenas com o orgânico, é recomendado estudar bastante sobre SEO e produção de conteúdo para redes sociais para atrair um tráfego significativo e criar conteúdos que engajam.

6. Canais

Feito tudo isso, não se esqueça de definir os canais da sua estratégia de marketing digital. Muita gente se perde nessa etapa porque acha que precisa trabalhar absolutamente todos os canais que existem logo de cara. Esse é um grande erro, a não ser que você tenha uma equipe de vários profissionais para auxiliar na criação de conteúdo e análises de desempenho.

Para filtrar os canais que serão incluídos na sua estratégia, foque no seu público. De acordo com os estudos sobre a persona, você descobrirá quais são as suas redes sociais preferidas e os formatos de conteúdo que mais gosta de consumir.

Com essas informações em mãos, defina os canais e entenda o papel que cada um vai assumir na estratégia. Além disso, é fundamental conhecer muito bem o funcionamento de cada canal e todas as suas possibilidades de criação de conteúdo.

Entre os principais canais, podemos citar:

      • Facebook;
      • LinkedIn;
      • WhatsApp;
      • Instagram;
      • TikTok;
      • Pinterest;
      • Twitter;
      • Blog;
      • E-mail marketing;
      • Telegram.

7. Cronograma e rotina

Por fim, quando tudo já estiver redondinho, chega a hora de estruturar um cronograma e uma rotina de criação e análise das ações executadas.

O planejamento pode ser criado para 6 meses ou 1 ano, tudo depende da forma que você prefere trabalhar. O mais importante é garantir que dentro do período estabelecido sejam trabalhadas as ações que visam atingir os objetivos propostos inicialmente.

Criar uma rotina que, além da execução das ações, também considerar os períodos de análise das métricas é importante para fazer ajustes de rota sempre que for necessário e ter clareza sobre o que está trazendo um retorno positivo.

_______________________________

Gostou deste guia completo? Agora você já sabe como começar a estruturar o seu planejamento de marketing digital para alcançar os seus objetivos! E se quiser saber mais sobre o assunto, não deixe de ler nossos outros artigos sobre marketing digital clicando aqui.

 

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!