befreela logo 2

Como começar no marketing digital: o passo a passo para iniciantes

como comecar no marketing digital imagem 1

Saber como começar no marketing digital é algo muito importante, afinal você evita erros de principiantes e se antecipa diante possíveis problemas. Mas indo além disso, o marketing está em tudo e isso inclui você enquanto profissional.

O profissional de marketing é refém das próprias atitudes e por isso ele precisa estar atento ao que fazer, especialmente quando está nos primeiros meses na área. A partir disso, ele passa mais confiança e consegue fechar jobs com mais facilidade.

Porém, do primeiro passo até finalmente fechar os jobs e ter uma recorrência de projetos, muitos passam devem ser dados. E ao pular um único passo, em algum momento você vai sentir falta de um determinado conhecimento e pode sofrer as consequências por isso.

Para evitar qualquer tipo de prejuízo, hoje nós preparamos um artigo com os principais pontos para você se tornar um profissional da área!

1. Leia muito

A comunicação é um processo bem complexo que envolve inúmeros fatores, alguns complexos como semiótica e comunicação, e outros mais simples como meio e mensagem. Em comum, todos eles só são entendidos através da leitura.

Justamente por isso, antes de começar, é fundamental que haja muito interesse na leitura. Uma vez que a comunicação não é uma ciência exata, nada melhor do que buscar e encontrar um apoio na literatura especializada.

Para começar, a sugestão é ler a bibliografia de Philip Kotler, conhecido como pai do marketing moderno e autor de diversos livros, todos igualmente essenciais para futuros profissionais.

2. Escolha a sua especialidade

Ao ler e entender mais sobre o processo de marketing, você nota que há diferentes frentes de atuação e todas são fundamentais no processo de comunicação. Do copywriting ao planejamento de uma estratégia de inbound marketing, esta área conta com muitas especialidades. Portanto, é preciso escolher o seu foco.

A melhor forma de fazer isto é perguntar-se sobre os próprios gostos, isto é, se você prefere a escrita, o atendimento, o planejamento, a produção de gráficos etc. A partir da sua resposta, fica mais fácil saber em que focar.

3. Faça os cursos do Google

Outro passo importante é validar o que você tem aprendido a partir de pesquisas e leituras. Ao invés de recorrer aos cursos de graduação – que tornam-se desatualizados com o tempo –, você pode começar em cursos gratuitos. Um deles é o Google.

O Google conta com a plataforma Think With Google, que disponibiliza cursos gratuitos do básico ao avançado sobre soluções de marketing digital e produção de conteúdo. Inclusive, vale destacar que ao fim de cada módulo você recebe um certificado de conclusão.

4. Participe do Facebook Blueprint

Fora o Google, é importante mencionar o Facebook Blueprint, plataforma de aulas e cursos gratuitos do Meta, hub de tecnologia que está à frente do Facebook, Instagram e WhatsApp.

Na plataforma você aprende do básico ao avançado sobre o sistema de anúncios do Meta, mas o conhecimento que realmente agrega é o funcionamento da plataforma, que permite entender e trabalhar com gestão de redes sociais.

5. Inscreva-se em cursos pagos

Os cursos gratuitos são uma excelente base para começar, porém o conhecimento é limitado. As aulas são um pouco mais engessadas e não recebem atualizações com frequência, portanto, muitas vezes acabam não representando o cenário atual do marketing digital. 

Felizmente, os cursos pagos não sofrem com esse problema. Geralmente, eles são atualizados com frequência, contam com suporte aos alunos e ensinam de uma maneira mais prática e direta. 

6. Torne-se MEI

Muitos esquecem das obrigações fiscais e não lembram dos trâmites burocráticos. Entre os problemas mais recorrentes está a falta de um CNPJ, que impede a emissão da Nota Fiscal e, em alguns casos, até mesmo impede parcerias de se concretizarem.

Felizmente, abrir um MEI acontece em questão de minutos, bastando ir ao Portal do Empreendedor e abrir o seu MEI. Feito isso, você pode se informar na prefeitura da sua cidade como fazer a emissão da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e).

7. Participe de lives e eventos na área

Uma vez que você tenha todo o aprendizado teórico, nada melhor do que fazer o seu conhecimento ser visto. Para fazer isso, você pode criar lives e participar de workshops e eventos, marcando presença ao lado de outros nomes e criando o seu networking.

8. Crie um blog

Ao finalizar todos os outros passos, você já tem conhecimento mais do que suficiente para criar um blog e tirar um projeto do papel. A partir de conteúdos relevantes e úteis para a sua comunidade, você dá os primeiros passos e monta o seu portfólio. Mais do que isso, um blog autoral coloca você como um especialista num determinado assunto.

Além disso, é importante destacar que a criação de um blog deixou de ser algo difícil graças ao WordPress. Com uma rápida leitura no Fórum da plataforma, você consegue tirar dúvidas e saber todos os passos necessários para pôr um blog profissional no ar.

9. Trabalhe com marketing de afiliado

Outra possibilidade de trabalho na área é o marketing de afiliados. Esta opção permite que você ganha dinheiro online através da comissão sobre as suas vendas.

Apesar de não ser um passo obrigatório para você começar a trabalhar na área, esta pode ser uma ótima opção de renda extra. Ou seja, você tem a possibilidade de ganhos mesmo se não possuir muitos clientes ainda.

Entretanto, para que sua estratégia de ganhos através dos seus links de afiliado seja efetiva, você precisa se estabelecer como uma autoridade em seu nicho específico. Só assim você tem a capacidade de influenciar mais pessoas e realizar mais vendas.

10. Produza conteúdo

Produzir conteúdo é uma ótima alternativa para ganhar mais visibilidade no mercado.

Na prática, a criação de um conteúdo, seja em forma de posts em redes sociais, artigos em blogs ou no LinkedIn ou até mesmo de cursos e ebooks, firma você como uma autoridade no seu nicho.

O marketing de conteúdo tem o poder de fazer com que clientes potenciais fiquem mais confiantes em investir no seu trabalho ou lembrem de você quando precisarem dos seus serviços.

11. Faça parcerias

Seja através de guests posts, aulas ou co-criação de cursos especiais, a parceria costuma ser uma ótima maneira de começar e de ser visto.

É importante ter em mente que a internet cria “bolhas”, ou seja, elas limitam o alcance do seu conteúdo para seus seguidores e pessoas próximas a você.

Fazer parcerias é uma ótima forma de expandir seu alcance justamente por isso. Quando você faz uma colaboração com outra pessoa ou empresa, ambos se beneficiam de uma audiência nova.

12. Crie um portfólio

A criação de um portfólio é um dos grandes passos para trabalhar em qualquer área. Se você quer conseguir clientes, é importante ter experiência e mostrar seus resultados ou trabalhos anteriores.

Você pode fazer isto trabalhando como CLT em alguma empresa, ou simplesmente prestar seus serviços para alguém de forma gratuita ou com um bom desconto, deixando claro que estas condições são justamente para montar seu portfólio.

Algumas áreas também permitem que você desenvolva seu portfólio apenas desenvolvendo seu trabalho para si mesmo, como o design gráfico, a criação de textos, etc.

Por fim, você não precisa necessariamente criar um portfólio “formal”. Ter um blog com seus artigos já é uma forma de portfólio se você for um redator freelancer, por exemplo. Enquanto isto, seu Instagram pode também servir de portfólio para seus designs, caso você trabalhe na área.

O importante aqui é ter experiência e poder mostrar esta experiência para possíveis clientes.

13. Aborde conhecidos e amigos

Uma ótima forma de começar a ter clientes é voltando-se para sua rede de contatos. Por vezes pode ser difícil encontrar seus primeiros clientes, portanto, esta pode ser uma ótima opção.

Você pode oferecer um bom desconto caso esteja começando. Além disso, se você prestar um ótimo serviço, tem grandes chances de ser recomendado para outras pessoas.

14. Cadastre-se em plataformas de freelas

Um passo importante para iniciar é cadastrar-se em sites para encontrar trabalhos como freelancer. Estas plataformas recebem centenas de projetos diariamente, o que pode te ajudar a encontrar clientes.

Entretanto, é importante lembrar que antes disso é importante ter um portfólio para mostrar seu trabalho. Se você já trabalhou para outros clientes na área, junte estes projetos e os resultados que alcançou. Caso não tenha muita experiência, ofereça seus serviços de graça ou com um bom desconto para começar.

FAQ – Perguntas Frequentes

O marketing digital é um segmento do marketing que foca em ações digitais para atingir o seu público. Por conta da hiperconectividade e da Internet of Things, hoje muitas empresas têm focado em ações no digital para aumentar os resultados ao fim de cada mês.

Hoje o marketing digital se destaca em comparação aos meios do marketing tradicional, que envolvem soluções impressas, como flyers e catálogos, e anúncios em rádio e TV, por serem mensuráveis e, acima de tudo, muito mais acessíveis.

Para aprender sobre o marketing digital, você precisa ler sobre o assunto, fazer cursos gratuitos de grandes empresas de tecnologia e investir em cursos pagos. Na sequência, basta colocar todo o aprendizado teórico na prática.

Graças às plataformas de freelas e ao marketing de afiliados, você consegue pôr todo aprendizado do marketing digital em prática a partir de investimentos que garantam retornos para você. Ou seja, você monta um portfólio e ao mesmo tempo ganha por isso.

Ao contrário de outras áreas, a comunicação é uma ciência mudança constante. Justamente por isso, o marketing, especialmente o marketing digital, acompanha essas alterações nos formatos de comunicação e criam novas formas de abordagem.

Ainda assim, há certos conceitos que são frequentemente explorados no marketing digital. Entre os mais populares estão: marketing de conteúdo; remarketing; inbound marketing; e otimização SEO.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!