Marketing de serviços: o que é e usá-lo para promover sua marca

marketing de serviços imagem 1

Você pode até saber diferenciar bem um produto de um serviço, mas sabia que as estratégias de marketing dos dois têm elementos muito diferentes?

Tratando-se de um bem intangível, o marketing de serviços precisa ser aplicado com base em um planejamento direcionado e estratégico. Especialmente quando estamos falando de empreendedores e freelancers.

Continue lendo para conhecer as estratégias do marketing de serviços e começar a aplicá-las para a sua marca pessoal:

O que é marketing de serviços?

O marketing de serviços consiste em um conjunto de estratégias que uma marca ou profissional independente aplica para mostrar a potenciais clientes o valor real de um serviço.

É uma forma efetiva e ativa de captar clientes, afinal, em meio a tantas opções, empresas precisam encontrar uma maneira de se destacarem.

As táticas do marketing de serviços ajudam a marca a identificar leads, captar a sua atenção e estabelecer um relacionamento. Assim, fica mais simples para os potenciais clientes perceberem os benefícios do serviço e fazerem a contratação.

As estratégias também são utilizadas no pós-venda, com o objetivo de manter o relacionamento e fidelizar o cliente. Em resultado, novas contratações podem ser feitas, e o cliente pode até se tornar um embaixador da marca.

Qual é a importância do marketing de serviços?

O marketing de serviços auxilia a empresa a estabelecer uma maior credibilidade e autoridade no mercado. Conhecendo melhor o potencial e efetividade de serviços, os clientes passam a confiar mais na marca. Em termos de diferenciais entre concorrentes, ganhar a confiança do público é um dos melhores.

É também uma ótima ferramenta para garantir a constância nas vendas, reduzindo o impacto de períodos “de baixa” e possibilitando margens financeiras mais confortáveis para qualquer imprevisto.

Além disso, estimula a fidelização de clientes, o que o configura como um investimento, não apenas uma despesa para a marca. O custo que emprega no marketing de serviços retorna para você.

Por meio da construção de um relacionamento com o potencial cliente, o processo de venda se torna mais natural e orgânico. Não há tanta necessidade de uma publicidade mais agressiva que incite o cliente a comprar o tempo todo. Em vez disso, a contratação do serviço se apresenta como uma consequência benéfica para ambas as partes.

Quais são as características deste tipo de marketing?

1. Intangibilidade

Um serviço é intangível porque não pode ser tocado, visto, carregado ou testado antes de ser adquirido, como acontece com um produto. Assim sendo, só é possível testar a qualidade de um serviço quando ele começa a ser prestado.

Ainda que esta característica possa gerar incertezas em um cliente que não conhece o seu serviço, é possível executar ações para remediar isto. Alguns exemplos são a aplicação de uma comunicação transparente e uma identidade visual forte.

2. Inseparabilidade

Enquanto produtos são primeiramente produzidos para depois serem consumidos, com o serviço é diferente. O cliente consome o serviço à medida em que ele é produzido.

Por exemplo, em uma mentoria: o mentor está prestando o serviço ao mesmo tempo em que o mentorado o está consumindo.

Dessa maneira, o serviço está sempre veiculado ao prestador, não há separação. Em virtude disso, deve-se estabelecer uma ótima relação entre o prestador e o cliente, uma vez que haverá um contato constante entre eles.

3. Variabilidade

Como existe um fator humano muito presente na prestação de serviços, existe uma variabilidade muito grande na forma, local e frequência com que são prestados. Existem vários indivíduos oferecendo serviços similares.

Desse modo, existe uma maior dificuldade em padronizar tais serviços. Pode ser uma desvantagem se o serviço se concentra só em um profissional e este profissional estiver inapto para executá-lo em um momento, seja por falta de disponibilidade de tempo ou um problema pessoal. Investir em treinamentos de outros bons profissionais pode ser uma solução.

4. Perecibilidade

Por fim, não é possível “estocar” um serviço para ser aproveitado mais tarde. Ele é altamente perecível, existindo somente por um determinado período.

Nesse sentido, o ideal é adequar a sua estratégia de acordo com a lei de oferta e demanda do mercado. Ao adaptar custos com base na demanda de clientes, é possível minimizar prejuízos financeiros, por exemplo.

marketing de serviços imagem 3

Quais são os Ps do marketing de serviços?

Enquanto o marketing possui os 4P’s, os pilares do marketing de serviços se sustentam com 8P’s, uma vez que conta com algumas especificidades.

1. Produto

Ainda que o serviço seja um bem intangível, ele ainda é considerado um produto, considerando que existe sempre a produção de tal serviço.

2. Preço

Como todo bem comercializado, o serviço precisa ser precificado. Defina os custos de acordo com o seu segmento de mercado, a qualidade do serviço oferecido e com as necessidades da empresa.

3. Praça

A praça é o local onde o serviço será realizado, seja físico ou virtual. Ela precisa ser pensada para ser acessível ao cliente e estar disponível quando ele precisar usufruir do serviço, o que exige um planejamento cuidadoso.

4. Promoção

Trabalhar a promoção é divulgar o seu negócio e os serviços oferecidos, o marketing propriamente dito. Invista em ações diferentes que estimulem o interesse e a própria indicação boca a boca de clientes já fidelizados.

5. Processos

Para garantir uma boa entrega de serviços, é preciso definir processos que realmente funcionem e abarquem o que necessita. Estabeleça procedimentos funcionais, inteligentes e efetivos que superem as expectativas de clientes.

6. Pessoas

A prestação de serviço é realizada por uma ou mais pessoas e estas pessoas precisam ser qualificadas para o trabalho. Tenha cuidado com contratações e estabeleça treinamentos constantes para manter a qualidade do serviço.

A matéria-prima do serviço é a própria mão de obra, então todos precisam estar alinhados com os objetivos da empresa.

7. Produtividade e qualidade

Determine métricas e indicadores de desempenho para acompanhar o fluxo produtivo e a qualidade do serviço ao longo do tempo, além de promover melhorias e aperfeiçoamentos (sempre necessários). Isto envolve o cumprimento de prazos e a eficiência em todas as etapas.

A qualidade também está muito ligada a oferecer “algo a mais” do que o cliente espera receber, se possível.

8. Palpabilidade

Também chamada de “prova física”, este é o procedimento de demonstrar de maneira palpável a maneira como o serviço é fornecido. São considerados diversos fatores e pontos de contato com o potencial cliente, principalmente na comunicação.

Toda estratégia que visa provar ao lead, da forma mais concreta possível, que o serviço é de qualidade e vai atender a sua necessidade.

 

Qual é a diferença entre o marketing de serviços e o marketing de produtos?

marketing de serviços imagem 4

Enquanto o marketing de produtos foca em bens tangíveis, o marketing de serviços foca em bens que intangíveis. O exemplo de um produto é uma câmera fotográfica, o exemplo de um serviço é uma consultoria online.

Existem elementos diferentes entre ambos que começam já a partir da venda. Um consumidor pode ir até uma loja ou abrir um site e comprar um produto. Quando faz a contratação de um serviço, ele adquire a promessa da entrega do serviço; é a venda da experiência.

Assim sendo, é mais desafiador expor os benefícios de um serviço, em resultado estimulando o cliente a investir, do que de um produto. A estratégia de marketing de serviços precisa de um planejamento específico e eficiente.

Como fazer marketing de serviços como freelancer de forma prática?

Para o freelancer que deseja aplicar o marketing de serviços para promover o seu negócio, concentre-se em:

      • Estudar o mercado e os concorrentes;

      • Aplicar ações que ajudem a identificar e conhecer a persona;

      • Definir a missão e os valores do negócio;

      • Planejar ações operacionais e promocionais, construindo um relacionamento com potenciais clientes;

      • Produzir conteúdo relevante com base nas informações coletadas;

      • Capacitar a si mesmo e a possíveis colaboradores e/ou sócios;

      • Destacar a singularidade do seu serviço em comunicações online e off-line;

      • Estabelecer canais acessíveis de contato para o esclarecimento de dúvidas;

      • Acompanhar métricas e indicadores de desempenho;

      • Aplicar melhorias e aperfeiçoamentos de acordo com os feedbacks coletados.

É importante desenvolver características essenciais para prestar serviços, como a capacidade de adaptabilidade e um bom relacionamento interpessoal.

Quando o assunto é qualificação, faça questão de cultivar o conhecimento sobre diferentes temas, incluindo os mais técnicos como análise do Analytics, otimização para SEO e ferramentas de automação de marketing.

Leia a seguir o artigo com exemplos práticos para adotar na estratégia de marketing pessoal.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!