befreela logo 2

8 tipos de empreendedorismo para ter o seu próprio negócio

tipos de empreendedorismo imagem 1

Segundo o levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o Brasil conta com mais de 40 milhões de empreendedores e, deste total, por volta de 9 milhões são microempreendedores individuais (MEIs). Existem vários tipos de empreendedorismo e inúmeras possibilidades para quem deseja ter o próprio negócio, mas preciso entender os desafios de ser o seu próprio chefe.

A pandemia de COVID-19, por exemplo, foi um teste de fogo para muitos empreendedores que precisaram se adaptar. Por outro lado, foi a saída que alguns encontraram para se reinventar em meio à crise.

Empreender tem seus pontos positivos e negativos e é preciso estar preparado para encarar os dois lados da moeda. Para entender mais sobre o assunto e conhecer os principais tipos de empreendedorismo, continue a leitura deste artigo. Preparamos um material completo!

O que é empreendedorismo?

O empreendedorismo é o ato de empreender, ou seja, executar, realizar, fazer acontecer. E empreender por estar relacionado a diferentes iniciativas, como fundar uma empresa ou criar um projeto, por exemplo.

O ponto de partida do empreendedorismo é ter uma ideia, se planejar e trabalhar para torná-la real.

O empreendedor ou empreendedora é aquela pessoa que tem um objetivo e foca para alcançá-lo, mas no meio do caminho se depara com muitos desafios e obstáculos. Muitos deles estão relacionados à gestão financeira, marketing e vendas, gestão de pessoas e por aí vai.

Empreendedorismo por oportunidade X por necessidade

O empreendedor por oportunidade é capaz de identificar um nicho que ainda não foi explorado e criar uma empresa que irá preencher este espaço. Por outro lado, o empreendedor por necessidade abre um negócio porque não tem outra maneira de se sustentar.

Em contextos de crise, por exemplo, surgem novas demandas (empreendedorismo por oportunidade) e pessoas que precisam se reinventar para pagar as contas (empreendedorismo por necessidade).

Quais características um empreendedor precisa ter?

Cada pessoa tem uma forma de agir e pensar que vai impactar em como ela lida com o ato de empreender. Por mais que seja uma questão relativa, no geral é interessante que o empreendedor tenha um perfil com as seguintes características:

      • resiliência;
      • coragem para tomar riscos;
      • inteligência emocional;
      • proatividade;
      • liderança;
      • capacidade de planejamento;
      • boa rede de contatos.

Lembre-se de que empreender é muito desafiador e é preciso estar preparado para altos e baixos e para se conectar com as pessoas certas, com características complementares. Dessa forma, fica mais fácil cobrir todas as pontas do negócio.

Quais são os tipos de empreendedorismo?

Agora que você já fez um mergulho inicial no assunto, é interessante conhecer os principais tipos de empreendedorismo. São várias as formas de criar o próprio negócio, confira algumas delas!

1. Empreendedorismo individual

Trata-se do profissional que visa empreender sozinho no mercado. Abrir um MEI (Microempreendedor Individual) é uma das maneiras mais simples e práticas de se fazer isso.

Nesse caso, por mais que seja formalizado, o empreendedor nem sempre tem o objetivo de crescer muito. É um tipo de empreendedorismo muito comum para quem deseja ser um profissional liberal ou trabalhar apenas com um funcionário.

2. Empreendedorismo social

Entre os tipos de empreendedorismo existentes também podemos citar o social.

Este, por sua vez, visa promover um impacto positivo na sociedade. O grande desafio é conseguir resolver um problema ambiental ou social e, ao mesmo tempo, garantir os recursos financeiros que manterão a empresa funcionando.

3. Empreendedorismo corporativo

Também conhecido como intraempreendedorismo, é uma forma de empreender sem ter um negócio próprio. Ficou confuso? Calma que eu te explico!

Hoje em dia, assumir uma postura empreendedora em uma empresa que não é sua também é visto como empreender. Isso significa estar atento às oportunidades de negócio para agir proativamente sugerindo melhorias e propondo soluções.

Portanto, se trata de uma pessoa que tem uma postura de dona mesmo sem ser dona de fato do negócio.

4. Empreendedorismo digital

O mundo digital oferecer a possibilidade de crescimento para muitos negócios. Com o aumento do uso de smartphones e a democratização do acesso à internet, cada vez mais foram sendo criadas condições para que empreendedores desenvolvessem negócios 100% online.

Além dos e-commerces, existem outras formas de ganhar dinheiro com o empreendedorismo digital: infoprodutos (cursos online, ebooks etc), aplicativos e outros serviços, como Netflix e Uber.

5. Empreendedorismo de franquias

O empreendedorismo de franquias é interessante porque o processo como um todo é facilitado, visto que o modelo de negócio já foi testado anteriormente e o empreendedor pode contar com o suporte da empresa da qual irá franquear uma loja.

6. Empreendedorismo em série

Sabe aquelas pessoas que já empreenderam não apenas uma, mas duas, três ou mais vezes? Esse é o chamado empreendedorismo em série.

São indivíduos que têm facilidade para identificar oportunidades de negócios e ter sucesso em seus empreendimentos. O que acontece é que esse tipo de empreendedor não costuma atuar no dia a dia de todas as empresas, sendo somente o responsável por “dar o start” e garantir um crescimento sustentável.

7. Empreendedorismo informal

Estamos falando sobre aquela pessoa que empreende de maneira informal, ou seja, não possui registro de suas atividades. Justamente por isso é tão difícil ter clareza sobre o número exato de brasileiros que atuam dessa maneira.

Estamos nos referindo aos vendedores ambulantes e bancas de calçada, por exemplo. O ideal seria que eles formalizassem como empreendedores individuais, mas, infelizmente, não é a realidade de muitos.

8. Empreendedorismo cooperativo

Por fim, para finalizar a lista de tipos de empreendedorismo, não podemos deixar de citar o cooperativo. Acontece quando vários empreendedores individuais se juntam para criar um modelo de negócios.

A ideia é que, juntos, consigam trabalhar em prol de melhores oportunidades de negócios por meio da economia colaborativa. Um ótimo exemplo é pensar nas pequenas agências que são compostas por profissionais individuais de diferentes áreas que se unem para atender clientes. Com habilidades complementares, conseguem chegar mais longe.

O empreendedorismo é para você?

Essa é a primeira pergunta que você deve se fazer antes de decidir se tornar empreendedor. Como foi possível aprender neste artigo, existem muitos tipos de empreendedorismo, mas este é realmente um formato de trabalho com o qual você se identifica?

Antes de fazer a sua escolha, procure conversar com donos de negócios mais experientes para entender como é o dia a dia e os maiores desafios. E tenha consciência de que não podemos romantizar o empreendedorismo, pois assim como qualquer outro trabalho, tem os seus altos e baixos, mas se você for apaixonado pelo o que faz, sempre vale a pena.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!