befreela logo 2

Mindset empreendedor: 15 dicas para ter uma mentalidade de sucesso

mindset empreendedor imagem 1

O mindset empreendedor é, sem dúvida alguma, responsável pelo sucesso de toda grande empresa. Felizmente, ele não nasce do nada. Muito pelo contrário, essa mentalidade se solidifica à medida que você e sua empresa crescem.

E assim como qualquer evolução, há práticas que aceleram o processo de crescimento e mudança da mentalidade do empreendedor. Seja através de cursos ou de histórias que impactam positivamente, toda pessoa pode evoluir mais rapidamente.

Justamente por isso, a busca por autores que falam sobre o mindset do sucesso e os cursos que trazem uma perspectiva nova a respeito do empreendedorismo cresce a todo momento.

Para começar a sua construção do seu mindset empreendedor, nós criamos uma lista com as principais dicas para alcançar uma mentalidade focada na evolução constante do seu negócio e na busca por novas ideias de empreender!

1. Entenda o que é “ser empreendedor”

Para ter um mindset empreendedor, você precisa entender o real significado de “ser empreendedor”. Embora o resultado costuma ser descoberto apenas na prática, nós podemos adiantar algumas coisas para você.

Primeiro, ser empreendedor significa ter ideias inovadoras de serviços e/ou produtos que possam resultar em mais ganhos. Indo além disso, você pode entender também que o empreendedor do século XXI está em busca de ideias para facilitar a vida em sociedade.

Entre os exemplos mais recentes, a Uber destaca-se por solucionar um problema de transporte público nas principais cidades do mundo e ao mesmo tempo que emprega e, claro, tem sua participação nas atividades.

2. Quebre preconceitos

Infelizmente, o termo mindset ainda é rodeado por preconceitos e ideias equivocadas, assim como o significado de empreender. Juntos, ambos têm uma grande chance de sofrerem com retratos que não são fiéis à realidade.

Deste modo, nada mais justo do que buscar entender os reais significados dos dois termos e tentar se manter afastado de qualquer tipo de ideia que afete o real significado das duas palavras.

Assim, você não sofre com uma cobrança acima da média e fica pronto para construir um mindset focado no empreendedorismo.

3. Tenha uma perspectiva objetiva

O empreendedorismo e o mindset andam de mãos dadas com o foco. Portanto, nada mais justo do que buscar perspectivas objetivas. Sem rodeios e nem devaneios: tenha foco e visualize somente aquilo que é a sua meta.

Quando a sua perspectiva fica clara e sem interferência, fica mais fácil saber o que fazer para alcançá-la e torná-la real. Além disso, a visão objetiva costuma ser mais tangível do que os sonhos mais ambiciosos, afetando positivamente a sua expectativa.

Caso você vá além do seu real objetivo, as chances de se decepcionar durante a sua busca por um mindset empreendedor são bem maiores. Infelizmente, uma vez que a frustração acontece, é difícil saber como lidá-la.

4. Seja o seu próprio fã

Ter o apoio de colegas e familiares é essencial, mas indo além dessa rede de apoios, o seu principal fã precisa ser você mesmo. Indiscutivelmente, a nossa mentalidade exerce um poder sobre o corpo e, portanto, nada mais justo do que usá-la a seu favor.

Ao acreditar no próprio potencial e buscar formas para se auto incentivar, você manda uma mensagem para o seu corpo que sim, nós somos capazes. Na prática, isso deixa as decisões mais assertivas e otimistas.

5. Cuidado com a vaidade

A vaidade é um importante sentimento e pode ser responsivo por muitas conquistas. No entanto, ao mesmo tempo que impulsiona, ela consegue afastar o seu juízo e colocar a imprudência como o grande decisor final.

Ao fazer decisões no calor do momento, as chances de passar defeitos, falhas e outras etapas do seu planejamento são altíssimas. Às vezes, os erros que mais te afastam são justamente os causados pela vaidade e ego.

Portanto, mesmo com uma sequência de boas escolhas, esteja atento para buscar sempre a razão ao invés da emoção do momento.

6. Comunique-se

Além de todas as qualidades, um grande empreendedor é, acima de tudo, um bom comunicador. Seja na hora de fechar novos negócios, conseguir parceiros essenciais ou simplesmente encorajar as pessoas envolvidas no projeto, a comunicação se mostra indispensável na hora de alcançar um objetivo.

Porém, todo o processo de comunicação costuma ser complexo. Para começar a entender como funciona uma boa troca de informações, tenha em mente que toda comunicação parte da seguinte ideia: um emissor e um receptor.

Entre esses dois fatores, há o processo de envio da mensagem, seja um email, uma videoconferência, uma conversa etc. A sua maior atenção deve ser sempre no processo de envio, porque nela está o ruído de comunicação, ou seja, a má interpretação da mensagem.

7. Compartilhe ideias, sonhos e anseios

A construção de um mindset empreendedor não depende unicamente da sua própria vontade e ambição. Pelo contrário, ao concentrar todos os problemas em si, você fica mais suscetível ao estresse e às situações de isolamento.

Uma medida simples para que você se sobrecarregue é conversar e compartilhar ideias, sonhos e anseios com o seu círculo de confiança. Guardar problemas dificilmente ajuda, então nada melhor do que ter apoio de quem quer ver o seu sucesso.

8. Considere o fracasso como parte da jornada

Todo fim pode ser um novo começo. Em muitos casos, nada melhor do que recomeçar para que você evite erros e siga em frente até alcançar o sucesso naquilo que está disposto a fazer.

Evidentemente, você não está disposto a perder ou fracassar em algo de modo intencional. Ainda assim, a escolha por parar e desistir é somente sua. Independente da escolha, é sempre possível recomeçar e continuar tentando. Isso os empreendedores sabem.

9. Leia sempre

Além da leitura obrigatória do livro Mindset: A nova psicologia do sucesso, de Carol Dweck, você precisa ler com frequência para assim levar uma vida criativa e empreendedora. Para isso, nada melhor do que acompanhar bibliografias e buscar por histórias relevantes.

Toda pessoa com um sonho realizado é, de alguma forma, empreendedora. Sendo assim nada mais justo que conhecer histórias assim e aprender com elas.

10. Consuma conteúdo de exemplos tangíveis

Por mais que toda pessoa queira seguir exemplos mundialmente conhecidos, como Steve Jobs e Bill Gates, você precisa ter exemplos tangíveis e até mesmo próximos a sua realidade.

Nesta toada, vale destacar a iniciativa Google For Startups Brazil. Tanto no site quanto nas páginas das redes sociais, você aprende histórias únicas e exemplos práticos de como o empreendedorismo se transforma e permite a criação de negócios com impacto social indiscutíveis na sociedade.

Inclusive, o recente programa Black Founders Fund tem apresentado inúmeros projetos e histórias de empreendedores negros e negras no Brasil. Todas as histórias ensinam bastante sobre como empreender e ao mesmo tempo enfrentar as dificuldades socioeconômicas e culturais no país.

11. Aprenda com erros

Os erros não são reflexos de desenganos e desatenções. Pelo contrário, eles são ensinamentos que mostram o que não deve ser repetido. Bons empreendedores têm isso em mente e aprendem com antigos e futuros erros.

Portanto, você precisa olhar para o passado e aprender com os erros já cometidos e ficar pronto para descobrir novas lições dos inevitáveis e futuros erros.

12. Mantenha-se focado

Toda jornada empreendedora conta com altos e baixos. Contudo, cabe ao próprio empreendedor entender essas oscilações e manter o foco em todas as situações.

Na prática, os momentos de dispersão são gatilhos para que você dê descontinuidade em um projeto ou tome decisões equivocadas em busca de resultados mais rápidos. Embora pareça saídas mais rápidas, tenha em mente que nada grandioso surge em pouco tempo.

13. Aprenda com seus hobbies

Passatempos, popularmente conhecidos como hobbies, não são apenas distrações, e em muitos casos podem mostrar e ensinar novas perspectivas de encarar uma realidade. Geralmente, filmes, livros, games, séries, músicas, entre outros tantos exemplos, falam sobre temas alicerçados por problemas reais.

Entender isso e se colocar numa posição crítica pode ser uma forma de aprender ao mesmo tempo que descansa e recompõe as energias tão essenciais para empreender.

14. Equilibre-se entre trabalho e lazer

A construção da mentalidade empreendedora também depende do equilíbrio entre trabalho e lazer. Por muito tempo, a TV, o cinema e os livros romantizaram o papel do empreendedor, sendo um rapaz focado e dedicado ao sucesso do próprio negócio.

Hoje, mais do que nunca, a saúde mental é debatida e está diretamente ligada ao desempenho profissional. Portanto, nada mais justo do que levá-la em consideração na hora da construção de um novo mindset.

Assim, busque um ponto de equilíbrio entre trabalho e lazer para que tudo sempre esteja bem, facilitando a sua jornada empreendedora.

15. Tenha o seu próprio método

Basta uma rápida pesquisa que você encontra milhares de métodos para desenvolver o seu mindset de empreendedor. Embora os cursos sejam indiscutivelmente úteis, você precisa ter o seu próprio método de trabalho e desenvolvimento.

A busca por uma técnica própria se mostra indispensável porque a sua jornada é exclusivamente sua, ou seja, apenas você entende e sabe quais são os problemas, dificuldades e objetivos do próprio empreendimento.

Para encontrar as melhores formas de como você deve trabalhar e empreender, um conselho está nos cursos. Ao aprender outras formas de construir uma mentalidade empreendedora, fica mais fácil adaptá-las ou até mesmo construir algo do zero.

FAQ – Perguntas Frequentes

Em resumo, o mindset empreendedor é um olhar atencioso que todo bom gestor tem do seu próprio negócio e torna claro acertos e erros em uma empresa.

Desenvolver uma mentalidade empreendedora é possível a partir de práticas que reforçam habilidades essenciais aos empreendedores, como a alta eficiência na comunicação e o processo de aprendizado constante.

Em geral, a mentalidade empreendedora nasce a partir de hábitos construídos ao longo dos dias, meses e anos.

De forma resumida, grandes exemplos de empreendedores compartilham algumas características, como a comunicação eficiente, a perspectiva objetiva e o aprendizado constante.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!