befreela logo 2

Coworking: o que é, quais os benefícios e como descobrir se é para você

coworking o que e imagem 1

Com a popularização do trabalho remoto e do home office, muitos profissionais descobriram que outras modalidades de trabalho podem ser muito benéficas.

Uma das possibilidades é o coworking.

No artigo a seguir, falamos sobre o conceito de coworking, quais as vantagens e desvantagens, e como determinar se é o modelo certo para o seu negócio.

Confira agora:

O que é um coworking?

Um coworking é um espaço de trabalho compartilhado entre diferentes pessoas que, não necessariamente, trabalham para uma mesma empresa. É um ambiente onde é possível alugar um espaço para trabalhar (mesa ou escritório) por um período determinado, que pode variar de algumas horas até meses. Geralmente, estes espaços também possuem ambientes como salas de reuniões e cozinha.

Em outras palavras, o coworking oferece a estrutura física de uma empresa para aqueles que trabalham de forma remota. Entretanto, é importante lembrar que é necessário levar seus equipamentos de trabalho (como computador, fones de ouvido, entre outros), já que o coworking somente oferece as mesas e cadeiras, além do restante da estrutura que varia de espaço para espaço.

Como surgiu o conceito de coworking?

Um dos primeiros coworkings conhecidos foi estabelecido em 2005 em São Francisco, nos Estados Unidos. Chamado de Hat Factory, funcionava como um apartamento que recebia profissionais freelancers.

A maioria dos profissionais era do ramo da tecnologia, graças à localização no Vale do Silício, o berço das startups.

Desde então, o modelo de trabalho se espalhou pelo mundo. No Brasil, o primeiro coworking surgiu em São Paulo, em 2007. E a tendência só fez crescer.

Existem ainda coworkings de nicho, por exemplo, voltados para segmentos como arquitetura, comunicação e tecnologia. As cidades brasileiras que contam com o maior número de coworkings são Rio de Janeiro e São Paulo.

Como funciona o coworking?

O coworking consiste no compartilhamento de espaços, serviços e recursos relacionados à atividade profissional. Existem coworkings gratuitos, geralmente contando com recursos mais básicos, e coworkings pagos.

Os profissionais que dividem o espaço não necessariamente trabalham na mesma empresa nem no mesmo ramo. A escolha do coworking depende muito das necessidades e possibilidades de cada um.

O coworking auxilia na expansão de novos modelos de trabalho. Expande o conceito de “home office” para o “anywhere office”, em que basta um computador e internet para que trabalhe de qualquer lugar.

É possível trabalhar e estar em movimento ao mesmo tempo. E com o coworking, as pessoas podem realizar networking e desenvolver as carreiras de maneira colaborativa.

É um conceito para quem valoriza a inovação e a criatividade.

Coworking é igual ao escritório virtual?

Não, os conceitos são diferentes. O escritório virtual é um endereço comercial que alguém contrata com objetivos específicos como receber correspondências e atendimento telefônico. Atendem a um time ou empresa específica que não possui um espaço físico e necessita deste tipo de serviço.

O coworking é uma modalidade em que profissionais e empresas utilizam os serviços de modo independente um do outro. As atividades não se misturam.

Qual o modelo de pagamento do coworking?

No mercado, você pode encontrar diferentes planos e modelos de pagamentos para coworkings. Há quem pague por hora, dia, semana, mês ou mesmo ano.

Para escolher o ideal, é interessante pensar na sua própria rotina. Há quem goste de usar o coworking para variar o cotidiano, porque trabalhar de casa pode ser solitário em alguns momentos.

Quem escolhe o plano diário, por exemplo, pode definir ir até o coworking num dia em que está muito calor e quer aproveitar o ar-condicionado do escritório. E então não ir quando estiver chovendo ou não quiser sair de casa.

Há também quem tem um trabalho remoto, mas divide a casa com outras pessoas e assim não consegue ter um ambiente totalmente tranquilo para trabalhar. Essas pessoas podem se beneficiar de um plano fixo, utilizando o coworking com uma frequência maior.

Os custos em si variam bastante, a depender da cidade em que está, do plano contratado e da estrutura oferecida pelo coworking. Ainda assim, quando se compara ao aluguel de uma sala comercial, o custo-benefício é inegável.

Quais são os serviços oferecidos no coworking?

Assim como o custo, a estrutura dos coworkings também costuma variar. E alguns serviços podem estar disponíveis apenas a um custo adicional ou em específicos planos.

De maneira geral, alguns dos serviços que pode encontrar são:

Estrutura adequada

Uma estrutura adequada significa cadeiras confortáveis, boa iluminação e um espaço aconchegante que funcione para você.

Estações de trabalho compartilhadas

Em geral, no coworking você dividirá uma mesa com outras pessoas. Este elemento já estimula a interação com outros profissionais.

Salas privativas e de reuniões

Alguns espaços oferecem salas privativas, geralmente por um custo adicional. É excelente para quem precisa atender um cliente com maior privacidade, seja presencial ou virtualmente. Serve também para profissionais da mesma empresa que trabalham no mesmo coworking e gostariam de se reunir.

Salas de reuniões costumam contar também com recursos de audiovisual como monitor para a projeção de apresentações. Além disso, também possuem mesas e cadeiras extras.

Internet

Um elemento indispensável é a internet fixa e estável. É interessante checar a qualidade da internet do coworking caso você trabalhe com arquivos pesados, por exemplo, que exijam mais da rede.

Recepção

Além de ter alguém para recebê-lo e elucidar possíveis dúvidas, um recepcionista também pode gerenciar correspondências e ligações.

Escritório virtual

Grande parte dos coworkings oferece serviço de escritório virtual: endereço fiscal e físico, recebimento de correspondências e repasse de recados, por exemplo.

Auditório

Coworkings com maior espaço podem oferecer auditórios também. É um recurso importante para a promoção de palestras, workshops e outros tipos de eventos.

Impressoras

É mais prático (e mais sustentável) evitar a impressão de documentos, mas às vezes é inevitável. E, nesse sentido, ter uma impressora à disposição no coworking pode facilitar muito o dia a dia.

Espaços de convivência

Sabe a hora do café no escritório tradicional? No coworking também há um espaço destinado a um bate papo descontraído nos intervalos do trabalho. Estes são espaços comuns a todos que podem até funcionar como um Happy hourno fim do expediente.

Estacionamento

Coworkings que contam com estacionamento não são apenas úteis para o seu próprio transporte como também para visitas de clientes. Afinal, principalmente em grandes cidades, encontrar um lugar seguro (e perto do coworking) para estacionar o automóvel pode ser uma tarefa e tanto.

Quais são as vantagens e desvantagens do coworking?

Agora você já sabe o que é coworking e os serviços que pode oferecer, então é o momento de entender as vantagens e desvantagens dele.

Vantagens

      • Maior custo-benefício em comparação ao aluguel de uma sala;

      • Benefícios do espaço físico sem burocracia (como endereço fiscal e recebimento de correspondências);

      • Networking e potencial de novos negócios;

      • Troca de experiências com outros profissionais;

      • Boa infraestrutura;

      • Ambiente descontraído.

Desvantagens

      • Falta de privacidade;

      • Muito barulho ou movimentação;

      • Falta de personalização (não é voltado para as suas necessidades em específico, sim para as necessidades gerais);

      • Regras específicas de convivência.

É evidente que algumas vantagens e desvantagens podem nem significar tanto de acordo com as suas preferências. Isto vai depender muito também da forma como você vivencia o coworking, que é do que falaremos a seguir.

Como ter uma experiência positiva de coworking?

Ter uma experiência positiva no coworking depende não só da estrutura do espaço como também das suas ações e perspectivas.

Como assim? Observe os pontos importantes abaixo:

Habilidade em focar

Alguns espaços de coworking possuem itens como mesas de sinuca ou ping-pong nas áreas de convivência. Itens que estimulem a descontração e o relaxamento. O problema é acabar relaxando demais, conversando demais e se esquecendo de trabalhar.

Dessa maneira, você precisa ser alguém que sabe manter o foco em prazos e metas, do contrário pode acabar de distraindo.

Manter a disciplina e produtividade

Com os estímulos externos, fica muito fácil acabar procrastinando também. Assim, é importante se lembrar de manter uma rotina de disciplina focada na produtividade. Mesmo quando a tentação do ambiente externo for grande.

Estimular a criatividade e inovação

Espaços de coworking são ótimos impulsos para desenvolver novos projetos criativos e se manter motivado no trabalho, a ponto de estar sempre inovando e acompanhando tendências.

Como saber se o coworking é para você?

E depois de tudo isso, como de fato saber se o coworking é uma boa opção para você ou para o seu negócio? Bom, é ideal para quem, apesar de ter um trabalho remoto, precisa de um endereço físico comercial.

É também para aqueles que não se adaptam ao modelo home office por completo e sentem falta de alguns recursos em escritórios tradicionais.

Profissionais de TI, consultores, designers e coaches são alguns que costumam se beneficiar muito de espaços de coworking.

Nesse sentido, o coworking pode ser considerado um investimento do negócio, que traz muitos benefícios a curto e longo prazo.

Leia a seguir o nosso artigo sobre diferentes tipos de empreendedorismo.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos como este

Inscreva-se na nossa newsletter

Pode ficar tranquilo, não mandamos spam nem vendemos seu e-mail! Sua segurança está garantida com a gente :)

Precisa de ajuda?

Quer ser freelancer mas não sabe por onde começar? Nós te damos uma mão!