Se você é ou quer ser um nômade digital, provavelmente, já ouviu falar sobre Chiang Mai. A cidade localizada no norte da Tailândia figura entre as melhores cidades para nômades digitais no mundo. Uma espécie de paraíso para quem leva o seu escritório na mochila.

Mas, qual o motivo?

Além de ser uma cidade grande com cara de cidade pequena, Chiang Mai oferece uma comunidade cheia de pessoas de diversas partes do mundo que estão dispostas a trabalhar em conjunto.

Quer entender os motivos pelos quais você deveria considerar passar um tempo por lá? Então dá uma olhada neste post!

Por que Chiang Mai é uma das melhores cidades para nômades digitais

Preço

A Tailândia, em si, é um país barato. No sul e nas ilhas, que é a parte mais turística do país, os preços são um pouco mais altos, mas ainda assim nada absurdo.

Porém, no norte os preços são muito mais baratos. O custo de vida em Chiang Mai é muito baixo. Por algo entre R$ 1.500,00 a R$ 2.000,00/mês você pode alugar uma casa, ter acesso a uma das melhores conexões de internet do mundo e provar o melhor da culinária local.

Mobilidade

Chiang Mai é uma cidade com aproximadamente 200 mil habitantes e, apesar de não ter um sistema de transporte público eficiente, não sofre muito com problemas como engarrafamentos.

Nos horários de pico há sempre muitos carros, mas nada que cause muito atraso – muito diferente da capital Bangkok, por exemplo.

Na maior parte do tempo você consegue atravessar a cidade em cerca de 20-30 minutos usando os “Songthaews” (aquelas famosas caminhonetes vermelhas que cruzam a cidade como um ônibus) e pagando algo em torno de R$ 8,00 (nov/2017).

Facilidade para alugar um imóvel

Os contratos de aluguel na Tailândia são mais flexíveis que na maioria dos países ao redor do mundo.

Lá alguns contratos exigem apenas um mínimo de 2 meses de estadia. Além disso, o depósito de segurança, ou depósito caução, geralmente é o equivalente a 1 ou 2 meses de aluguel, ou seja, se o aluguel custar R$ 800,00 você deverá pagar apenas R$ 1.600,00 ou R$ 2.400,00 no primeiro mês e quando deixar o imóvel seu depósito caução volta para você.

Cafés e coworkings

Chiang Mai é uma cidade relativamente pequena, porém, cheia de opções de cafés e coworkings espalhados pela cidade.

A maioria dos melhores cafés e espaços de trabalho compartilhados fica localizada no bairro Nimman, porém, você pode encontrar opções por toda a cidade, como você pode ver neste post onde elencamos os melhores cafés e coworkings para trabalhar em Chiang Mai.

A diária dos coworkings é barata e a comida e os cafés idem, então se você quer sair do seu apartamento alugado e trabalhar em um local diferente, opções não irão faltar. Trabalhar em locais como estes é uma ótima forma de aumentar seu networking.

Conexões profissionais

Em novembro de 2017 estivemos em Chiang Mai durante uma semana. Nossa viagem misturou turismo e trabalho, entretanto, não estávamos trabalhando tanto, nem procurando algum tipo de trabalho.

Porém, algo interessante e inusitado aconteceu quando estávamos de bobeira no café Healthy & B. Um senhor sentou na mesma ao lado e começamos a conversar.

Depois de horas conversando ele nos contou que precisava de algumas fotos profissionais e, no instante seguinte, me contratou para fazer as tais fotos.

E é assim que as coisas acontecem numa cidade como Chiang Mai.

Lá há gente de toda parte do mundo fazendo seus trabalhos de forma remota, gente que trabalha nas mais diversas áreas e, além disso, você pode encontrar trabalho ou simplesmente alguém para trocar experiências. É um ótimo lugar para fazer um networking ou encontrar oportunidades, basta estar aberto à isso.


E aí, curtiu as dicas? Tem mais alguma pra compartilhar? Deixe um comentário aqui nos contando!

Se quiser salvar este post para ler depois, salve a imagem abaixo no seu painel do Pinterest! Aproveite e siga nosso perfil por lá clicando aqui!

Chiang Mai

Uma fotógrafa que ama fotografar (claro!), viajar, comer, beber, fazer compras, viajar, ler, usar roupas bonitas, ver o pôr do sol, viajar, descobrir coisas novas, decorar a casa, passar horas na Netflix, viajar e conversar sobre todos estes assuntos.